Pan 2019, faltam 76 dias: Brasil define equipe da Ginástica de Trampolim para os Jogos Pan-Americanos

A Ginástica de Trampolim do Brasil escolheu seus representantes para os Jogos Pan-Americanos de Lima-2019, que começarão no próximo dia 26 de julho. Após uma seletiva encerrada no último domingo (5) na Arena Carioca 3, no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro (RJ), a comissão técnica da Seleção Brasileira definiu os três convocados para o Pan. São eles Camilla Lopes Gomes e Alice Hellen Gomes, no feminino, e Rayan Victor Dutra, no masculino.

Os três superaram a disputa com outros sete ginastas (foram convidados cinco no feminino e cinco no masculino no total), durante quatro dias. As avaliações foram feitas no último final de semana, em três séries, sendo duas no sábado e uma no domingo.

“Os atletas demonstraram bom nível técnico durante a seletiva. Foi muito importante e produtivo reunir os melhores atletas e seus treinadores para avaliarmos a performance durante o treinamento e os dois dias de competição”, afirmou Tatiana Figueiredo, treinadora e coordenadora das Seleções de Ginástica de Trampolim da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica).

Segundo ela, a equipe brasileira que vai ao Pan-Americano de Lima tem potencial para conseguir um ótimo resultado. “Analisando os resultados, vejo que temos chances de conquistar medalhas no Pan. Tudo vai depender do dia da competição e quais atletas serão inscritos pelos adversários”, explicou Tatiana, apontando Canadá, Estados Unidos e México (feminino) e Colômbia (masculino) como os principais rivais do Brasil.

Embora a Seleção tenha uma equipe feminina de Trampolim que vem mostrando melhores resultados, Tatiana Figueiredo acredita que esta situação poderá mudar neste Pan. “No momento temos uma equipe muito forte no Trampolim feminino. A equipe masculina ficará mais forte este ano com a entrada do atleta Ryan Dutra, que subiu da categoria juvenil para a adulta. Ele demonstrou excelente nível técnico durante a seletiva, realizou as séries com boa execução e solidez”, disse a treinadora.

Comentários