Planejamento e uma semana cheia de novidades e atividades no Serra Macaense

Neste sábado (11/05), às 10h, no Estádio Expedicionário, o Serra Macaense enfrenta o Gideões Atlético Clube, com entrada franca, no segundo amistoso da pré-temporada. Compareça para prestigiar o Clube que mais cresce no interior do Rio de Janeiro. O adversário é da cidade de Santa Maria Madalena e foi fundado há três anos e meio. Desde então disputa campeonatos amadores na região serrana do Rio de Janeiro, sendo o atual campeão municipal, além de outros três títulos e dois vice-campeonatos nesse período em competições locais. O objetivo é a profissionalização até 2021 para disputar o Campeonato Carioca – Série C.

O diretor do Serra Macaene, Lucian Velasco, que ao lado de Mário Ferro comanda o departamento de futebol do Verdão, avalia que o dia a dia de trabalho neste um mês de preparação está em ascensão. O amistoso do próximo sábado será mais uma oportunidade do técnico Luiz Felipe rodar o elenco, dar uma base ao time e explorar as valências de cada atleta, diante de um adversário com entrosamento e ritmo de jogo.

“Estamos em constante crescimento e as avaliações até o momento são positivas quanto ao começo do trabalho no Serra Macaense. Conversamos muito no departamento de futebol, o elenco foi montado para atender os objetivos do Clube, com mescla entre atletas experientes e mais jovens, mas com pensamento vencedor. Este segundo amistoso será mais um passo para dar entrosamento ao time, proporcionar ao técnico Luiz Felipe realizar alguns testes e observar a evolução comparado ao primeiro jogo. O resultado de campo é importante, porém, secundário. Evidente que correções quando ganham são melhores realizadas do que na adversidade, mas o principal agora é dar ritmo para todos, pois quando chegarmos nas competições, Série B1 e Copa Rio, aí sim teremos que buscar os três pontos sempre”, assegurou o dirigente.



Centroavante Jacó reforça o Serra Macaense
O centroavante Jacó assinou contrato de empréstimo com o Serra Macaense na ultima quarta-feira (08) para a disputa do Campeonato Carioca – Série B1 e Copa Rio. Oriundo da base do Bahia, o jogador pertence ao Goiás e tem uma peculiaridade: apesar de nascido em Campos dos Goytacazes, jamais jogou no Estado. Essa é a primeira oportunidade do jogador de 23 anos em sua terra natal. Feliz com o convite do Verdão, o atleta valorizou o forte plantel para a temporada 2019.

“Tenho uma expectativa muito boa aqui no Serra Macaense. Estou muito feliz, já bem entrosado com todos os companheiros da equipe, pois venho treinando há alguns dias. Sinto que juntos faremos um trabalho brilhante em busca do objetivo principal que é o acesso. Vim para cá pelo projeto que tem no Clube, onde espero poder ajudar a todos da melhor maneira possível. O plantel que temos é de jogadores bastante qualificados, com bagagem em competições difíceis como enfrentaremos e com muita vontade de vencer”, afirmou.

Com experiência em equipes profissionais de Série A do futebol brasileiro, passagem pelo exterior, apesar dos 23 anos, Jacó elogiou a estrutura do Clube e o empenho de todos em prol das metas traçadas.

“Dá para ver no dia a dia de treinamentos que todos estão muito focados. Os trabalhos são bastante pegados e isso é importante para o alto rendimento da equipe. Cada jogador está buscando seu espaço, querendo muito colaborar e o crescimento pode ser notado. Além disso, o Serra Macaense nos oferece toda possibilidade para exercermos nossa parte. A soma de esforços é que levará o time além”, finalizou.



Zagueiro Igor apresentado oficialmente no Verdão
O zagueiro Igor Heinen, 21 anos, reforça o elenco do Serra Macaense para a temporada 2019. Natural de Nova Erechim/SC, o atleta passou seis anos de sua vida defendendo a Chapecoense, nas categorias de base, onde foi capitão em diversos momentos. Acostumado a jogar no ‘Verdão’, o defensor já trabalha com os companheiros sob orientação do técnico Luiz Felipe e ultima quarta-feira (08) foi apresentado oficialmente.

“Sou um jogador de muita entrega, raça, determinação, vontade de vencer, isso eu levo comigo sempre onde vou. Fechei com o Serra Macaense por ser um Clube formador, com grande visibilidade, com grandes jogadores que se destacaram ano passado e tiveram crescimento na carreira, então fiz essa escolha de vir para cá quando recebi a proposta. Não estava sendo aproveitado na Chapecoense, onde tive uma base bastante forte, que me ajuda no dia a dia, mas por querer ir além, topei esse desafio aqui e estou muito feliz”, destacou.

No primeiro semestre, o defensor disputou a Divisão de Acesso no Rio Grande do Sul, mas salienta diferenças entre as competições de calibre semelhante. Com grande expectativa para o desempenho do plantel em campo, garante que com trabalho e entrega, as metas serão atingidas.

“Minha expectativa é a melhor possível para que possamos conquistar nossos objetivos que é o acesso para a Série A do Campeonato Carioca, porque é onde o Clube merece estar, pelas condições que entrega aos atletas, a estrutura muito boa e as pessoas envolvidas. Disputei a Divisão de Acesso no Inter de Santa Maria, o estilo é mais pegado, mais balão, penso que aqui no Carioca já seja um jogo mais cadenciado, com mais triangulação, jogadas de velocidade, então será uma escola nova, mas muito boa de jogar. Estou à disposição para colaborar com todos do Serra Macaense”, assegurou.


De volta ao Verdão, goleiro Jonathan destaca plantel de 2019
O goleiro Jonathan está de volta ao Serra Macaense, após empréstimo ao Democrata-MG. Uma temporada mais experiente, o jogador revela que a bagagem construída ao longo da carreira é fundamental para o seu crescimento pessoal e para auxiliar na meta do Verdão.

“Acredito que todas as experiências que tive nos últimos anos me fizeram crescer como pessoa e profissional. Estou voltando agora, depois desta passagem pelo Campeonato Mineiro, ainda mais preparado para ajudar o Clube e meus companheiros a chegarmos no objetivo do acesso. Foram praticamente dez anos na base do Inter, escola grande de goleiros no Brasil, onde pude conviver com grandes nomes também, tudo contribui para o desenvolvimento”, assegura.

Em 2018, o arqueiro esteve no plantel que era uma das menores médias de idade do Campeonato Carioca – Série B1. Para este ano, com um grupo mais experiente, salienta a importância da mescla dentre todos para o êxito nos objetivos. No primeiro amistoso da temporada, onde atuou por 45 minutos, o Serra Macaense venceu por 3 a 2 o Rio São Paulo.

“Há um equilíbrio entre jogadores mais rodados, que atingiram acessos por outras equipes e, também, os mais jovens. Isso é importante para um time forte e com objetivos bem definidos dentro da competição. Tenho certeza que com muito trabalho e entrega alcançaremos a meta estipulada por todos do Serra Macaense. Realizamos uma boa primeira atividade, contra um time que já vem treinando há mais tempo, então é manter o foco para que possamos chegar em alto nível no momento da competição”, finaliza.

Comentários