Flu e Chape ficam no empate antes da pausa para a Copa América

Chapecoense x Fluminense
Negócio ruim para os dois lados! Chapecoense e Fluminense empataram em 1 a 1, nesta quinta-feira, na Arena Condá e não alcançaram o objetivo de se afastar da zona de rebaixamento. Everaldo, para a Chape e Ganso, para o Flu fizeram os gols da partida, válida pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, última antes da parada para a Copa América. 

Com o resultado, o Tricolor entra na parada para o torneio continental, em 16º lugar, com oito pontos e é o primeiro fora do Z-4, pelo saldo de gols. Os catarinenses vêm logo abaixo, em 17º, também com oito pontos. O Flu volta a campo no dia 14 de julho, quando recebe o Ceará, pelo Brasileirão. Na mesma data, a equipe de Chapecó recebe o Atlético-MG. 

Início arrasador
O público ainda se acomodava na Arena Condá, quando a Chape abriu o placar, aos dois minutos e desmontou qualquer estratégia montada pelo Fluminense. Na primeira bola levantada na área por Camilo, Everaldo abriu o placar, de cabeça. Com o gol, o atacante passou a dividir a artilharia do Brasileirão com Gabigol, do Flamengo, e Eduardo Sasha, do Santos. 

VAR anula o empate
Depois do revés inicial, o Fluminense conseguiu equilibrar as ações. As jogadas ofensivas do Flu saiam muito dos pés de Caio Henrique, pela esquerda e da distribuição de jogadas de Ganso, pela direita, onde a marcação da Chape era mais frágil. O time catarinense dava poucos espaços, mas João Pedro conseguiu levar perigo algumas vezes. No final da primeira etapa o garoto de 17 anos chegou a balançar as redes ao receber na cara do gol e bater com categoria na saída de Tiepo. A revisão pelo VAR, no entanto, anulou o lance, por impedimento. 

O primeiro de Ganso
Na volta do intervalo, o Tricolor manteve a alta intensidade e foi para cima da Chape. O time de Fernando Diniz rondava a área adversária e, em uma das ofensivas, Douglas colocou a mão na bola dentro da área. Após outra revisão no monitor, Ricardo Marques Ribeiro confirmou o pênalti. Ganso cobrou rasteiro no canto direito para igualar o placar e fazer o seu primeiro gol no Brasileirão. 

Chape devolve pressão
O gol do Flu obrigou a Chape a voltar a buscar o jogo. Os donos da casa devolveram a pressão que sofreram no início da segunda etapa com finalizações de Arthur Gomes, Douglas e Everaldo. Agenor apareceu bem e salvou o Tricolor do pior, com grandes defesas. A resposta do Tricolor ficou difícil depois da expulsão de Allan, no fim, e o placar persistiu na Arena Condá. 

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 1 x 1 FLUMINENSE

Data/Hora: 13/06/2019, às 20h (de Brasília)
Local: Arena Condá, Chapecó (SC)
Gramado: Bom
Público/Renda: 6.257 presentes/ R$ 129.090,00
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-FIFA) Nota L! - 5,5 - Confuso e muita demora nas decisões
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG-FIFA) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) 
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Cartões amarelos: Camilo, Everaldo (CHA); Igor Julião, Allan, Ganso, Mascarenhas, Ewandro (FLU)
Cartão vermelho: Allan, 44’/2ºT (FLU)

Gols: Everaldo (2’/1ºT, 1-0), Ganso (13’/2ºT, 1-1)

CHAPECOENSE: Tiepo; Bryan, Gum, Douglas e Ernandes; Márcio Araújo, Elicarlos, Gustavo Campanharo (Aylon, 15’/2ºT), Camilo e Arthur Gomes; Everaldo. Técnico: Ney Franco

FLUMINENSE: Agenor; Igor Julião (Mascarenhas, intervalo), Nino, Yuri Lima e Caio Henrique; Allan, Daniel (Frazão, 45’/2ºT) e Ganso; Marcos Paulo, João Pedro e Brenner (Ewandro, 37’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz 

Comentários