Faltam 2 dias: Programação de treinos das seleções para a Copa América 2019

Resultado de imagem para copa america
Segue a programação de treinos da CONMEBOL Copa América Brasil 2019 para o dia 12/06. O Comitê Organizador Local divulga diariamente a programação oficial de cada seleção nos Campos Oficiais de Treinamentos.

A programação das seleções passa a ser considerada oficial a partir de 3 dias antes da sua primeira partida no torneio.

Programação de treinos e chegadas por Cidade:

Dia 12/06

BELO HORIZONTE

Seleção: Equador

- Treino às 16h30 no SESC Venda Nova


Seleção: Uruguai

- Chegada no dia 13/06


SÃO PAULO

Seleção: Brasil

- Treino às 15h30 no Estádio do Pacaembu – Treino fechado


Seleção: Bolívia

- Treino às 9h30 no CT Frederico Antonio Germano Menzen (São Paulo FC)



Seleção: Japão

- Chegada do Japão



Seleção: Chile

- Chegada dia 14/06





SALVADOR

Seleção: Argentina

- Treino às 18h no Estádio Barradão (EC Vitória)



Seleção: Colômbia

- Chegou a Salvador no dia 10/06


PORTO ALEGRE

Seleção: Venezuela

- Treino às 11h no CT Presidente Luiz Carvalho (Grêmio FBPA)


Seleção: Peru

- Chegada prevista para hoje



RIO DE JANEIRO

Seleção: Paraguai

- Chegada no dia 13/06


Seleção: Catar

- Chegada no dia 13/06


CONMEBOL Copa América Brasil 2019  


A 46ª edição do torneio mais antigo de Seleções do mundo e que retorna ao Brasil depois de 30 anos, será disputada em cinco cidades-sede (Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo) e por 12 Seleções participantes. Em campo, nove títulos da Copa do Mundo da FIFA reunidos e algumas das maiores estrelas do futebol mundial.   

Além dos dez países sul-americanos membros da CONMEBOL (Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela), Japão e Catar participarão como convidados.  

Após o sorteio realizado em janeiro, no Rio de Janeiro, o Grupo A ficou composto por Brasil, Bolívia, Venezuela e Peru. O Grupo B tem Argentina, Colômbia, Paraguai e Catar enquanto o Grupo C ficou com Uruguai, Equador, Japão e Chile.  

Comentários