Caminha Campos em Lagoa de Cima atrai diversos grupos

O domingo de sol e vento frio não inibiu os adeptos do Caminha Campos a irem conhecer parte de Lagoa de Cima. Nesta edição, os grupos ainda tiveram a oportunidade de passear de caiaque ou canoa havaiana, através do projeto Esportes Náuticos - uma parceria da Fundação Municipal de Esportes (FME) e a ONG Rema Campos.

Cerca de 100 pessoas saíram cedo e seguiram por uma média de 14km da área central até a Lagoa de Cima para mais um dia do Caminha Campos. O projeto, lançado em abril pela FME, tem o objetivo de incentivar as caminhadas ao ar livre e, ao mesmo tempo, apresentar as belezas naturais da cidade.
O engenheiro civil Sérgio Martini Siqueira reuniu a esposa Adriana, a filha Luiza e os amigos Bete Neto, Arthur Sá e o casal Adriana e Sérgio Falquer para mais este Caminha Campos.

-  Achei a iniciativa da Prefeitura de Campos, por meio da Fundação Municipal de Esportes e do professor Flávio Lopes, muito positiva. Temos locais lindos para visitar e tão próximo de nós. Posso dizer que as belezas naturais de Lagoa de Cima não perdem em nada para o Vale Suíço. Sem contar o apoio logístico que o município proporciona à população com professor e estagiários para orientações básicas, ambulância e frutas para os adeptos do esportes - concluiu o engenheiro Sérgio que já foi a outros passeios.
O presidente da FME, Raphael Thuin, reforça a importância do projeto. “Os adeptos  do Caminha Campos deste domingo tiveram a oportunidade de participar das atividades do Esportes Náuticos, que funciona em Lagoa de Cima, pela Tapera, com toda segurança. É muito bom poder agregar valores, unindo os dois projetos voltados para a natureza, para a população. Muitos não conhecem as belezas e o objetivo é desenvolver no campista essa conscientização de valorização de nossas riquezas naturais”, destacou.

Comentários