Campeonato Estadual de Motovelocidade vai movimentar autódromo da Baixada

Cerca de 40 pilotos dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo já confirmaram presença na 4ª etapa do Campeonato Estadual de Motovelocidade. A competição vai acontecer sábado (27) das 8 às 17h, treino classificatório e domingo (28),  provas 11h e 14h o autódromo Plan Speed Park, em Mussurepe, na Baixada Campista. Segundo o organizador Fabrício Maciel, serão disputadas as categorias 300, 600 e 1.000 cilindradas. A entrada custa R$ 10. 

Entre os pilotos estarão o tricampeão brasileiro da categoria Light, o capixaba Rodrigo Dazi e a conterrânea Gabriela Reis, a Gabi Reis, campeã da categoria 600 cc.
Nesta quinta-feira (25), o presidente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Raphael Thuin, recebeu o representante da Michelin, Wander Peixoto, o assessor Rodrigo Viana e o Fabrício Maciel, para acertar os detalhes final da competição que vem movimentando o município desde o início do campeonato. O evento terá apoio da Prefeitura de Campos. 

O autódromo conta com pista de 2.100 metros com 11,4 metros de largura, o que dá aos pilotos segurança para que possam chegar a altas velocidades. O espaço é homologado pela Federação de Automobilismo do Estado do Rio de Janeiro (Faerj) para competições estaduais de automóveis.

O médico campista Leandro Bastos, um apaixonado por velocidade, vai participar da competição. “Eu participei das três anteriores, mas nas duas primeiras tive problemas mecânicos e não conclui a prova. Já na terceira rodada fiquei em sexto lugar, após ter tido problema na largada e cheguei a ficar na última colocação. Para este final de semana espero um melhor resultado” concluiu Leandro.

O Campeonato Estadual de Motovelocidade é formado por seis etapas. A quinta etapa está marcada para os dias 31 de agosto e 1º de setembro e a sexta, nos dias 9 e 10 de novembro, quando então será conhecido o vencedor da temporada.

- O automobilismo em Campos vem crescendo e o resultado está sendo alcançado com cada vez mais novos adeptos. O Automobilismo também é uma ferramenta muito forte par aquecer a economia da região. Atrai pilotos de vários estados, fomentando o setor de turismo, hotelaria e alimentação”, destacou o presidente da FME, Raphael Thuin.

Comentários