Campos precisa vencer a Portuguesa nesta quarta, para se manter na Copa Rio


Há três jogos sem vencer, o Campos Atlético encara a Portuguesa, nesta quarta-feira, no Estádio Los Larios, em Duque de Caxias, pela partida de volta nas oitavas de final da Copa Rio. Para espantar a má fase, o time do técnico Souza precisa de um triunfo por qualquer placar no tempo normal para avançar de fase na competição que distribui uma vaga na Copa do Brasil e na Série D do Campeonato Brasileiro.

No primeiro jogo, com mando do Campos, no Estádio Antônio Ferreira de Medeiros, em Cardoso Moreira, as duas equipes não saíram de um empate sem gols.

A última vitória do Campos aconteceu no dia 27 de junho, 2 a 1 diante do Serra Macaense, na partida de volta da primeira fase da Copa Rio. Desde então, o time do Parque Leopoldina amarga uma sequência com dois empates por 0 a 0 com Serrano, fora de casa, pela Série B1 do Campeonato Estadual, e com a própria Portuguesa, na última quarta-feira. Já no domingo (7), o Roxinho foi surpreendido no Ferreirão e acabou derrotado por 2 a 0 para o Itaboraí, último colocado do grupo B da Segundona.

No entanto, o técnico Souza minimizou os resultados ruins na Série B1, em especial a derrota para o Itaboraí. “Não é que a gente entrou como favorito e relaxou. É que não jogamos bem, isso acontece. Já ganhei do Flamengo (pelo Americano) jogando contra Zico no Maracanã. Mas o futebol é gostoso por isso. Antes, o clube não figurava entre as grandes forças, disputava para não cair. Agora estamos disputando uma classificação e só dependemos da gente para nos classificarmos”, afirmou o comandante do Campos. 

Fonte: Folha da Manhã

Comentários