Sillas Andrade participa de etapa do Campeonato Brasileiro em Paulínia

De malas prontas, rumo ao interior de São Paulo. Uma das promessas do bicicross macaense, Sillas Andrade Alves da Silva, de 13 anos, segue nos preparativos para a disputa do Campeonato Brasileiro de BMX, etapa de Paulínia, que acontece neste final de semana.

Com grandes objetivos, o jovem morador do Cajueiros deseja estar entre os três primeiros colocados. “É com muita satisfação que, mais uma vez, participo do campeonato. Essa é a terceira vez e, graças a Deus, todas às vezes que participei, consegui chegar à final e voltei com a medalha para casa. A primeira foi em Campo Bom (RS), onde fiquei em sétimo lugar. Na segunda foi em Americana (SP)”, relembra Sillas. Seguro da sua capacidade e dedicação, ele espera conquista o pódio. “Tenho treinado muito. Na última corrida que participei, terminei em terceiro lugar, em Salto (SP). Foi uma prova muito disputada. Eu fiquei na frente do campeão brasileiro. Para mim isso foi muito bom, porque ele é um menino forte, com muita técnica e quase não erra”, avalia.

Uma das suas maiores incentivadoras, sua mãe, Jane Andrade, diz que ver o filho estar fazendo o que mais ama é o que realmente importa. “Ele fala que quer ficar entre os três primeiros. Eu, como mãe, penso que se ele chegar à final já me dou por satisfeita, porque é um campeonato que tem mais de 30 atletas só na categoria dele. Desse total, só passam oito. Se ele estiver entre os oito melhores do Brasil será uma grande vitória. Para mim não importa o número do pódio, mas sim é ele estar lá vivenciando isso”, diz ela, que conta todos os sacrifícios que a família faz para que ele continue investindo no sonho de se tornar um grande atleta da modalidade.

“Para essa etapa em Paulínia, vamos ficar acampados em uma chácara, em frente ao local da prova, porque ainda não temos condições de pagar hotel. As lutas continuam, mas a gente não desiste porque quando Deus está no comando, Ele abre portas. O que a gente não pode fazer, Ele (Deus) vai fazer pelo Sillas. O Senhor tem tocado o coração de pessoas que a gente não conhece que nos procuram para ajudar e abençoar”, completa.

E cada um que faz parte dessa trajetória, Sillas faz questão de se mostrar grato. “Agradeço muito a Deus pelas bênçãos em minha vida, pois, segundo os médicos, não era para eu voltar a competir. Agradeço ao apoio da minha família e dos meus patrocinadores, porque sem eles eu não conseguiria participar de mais uma etapa do Brasileiro. Esse ano tem sido de muitas surpresas e de conquistas. Consegui mais patrocinadores, que se encantaram com a minha história e resolveram me ajudar. Quero agradecer ao Posto São João, que me ofertou alguns tanques de gasolina para as etapas do Paulista. Também a TeD Sustentável, que também está me apoiando. A Smartur, que me deu as passagens. O Studio da Coluna, que tem me ajudado muito quando eu caio e faz todo o trabalho de regeneração. Ao Dr. Leandro, que me ofereceu um aparelho ortodôntico para consertar os meus dentes”, diz.

Além desses, Sillas conta com o apoio do Beleza Minuto, Ilhote Sul, Street Dog, Instituto Gomes Lima, Essencial Fit, Farmácia Água Viva, Seven Esporte, Marinho Ideias, Merrel, Sinalarte, Ludmila Nutricionista, Saltare, treinador Eduardo Jandré, técnico Valdir e ao mecânico Bruno.

Jane diz que Sillas, em breve, vai contar com um novo uniforme. “A camisa nova foi patrocinada pelo Instituto Gomes Lima, que tem várias atividades sociais. Eles perceberam que não fazia sentido fazer propaganda da Prefeitura de Macaé, na camisa que ele usa atualmente, se ela não apoia em nada. A gente resolveu fazer uma nova e ela está sendo custeada pelo Instituto”, conta.

Sillas é mais um dos frutos do projeto Macaé Pró-Bike, da Associação Macaense de Bicicross (AMB) e um grande exemplo de superação. Apesar da pouca idade, o adolescente já precisou passar por duas intervenções cirúrgicas para a retirada de um tumor na vista esquerda, o que quase lhe obrigou a desistir do bicicross.

Caso alguém tenha o interesse em ajudá-lo, basta entrar em contato com a mãe, Jane, através do telefone: (22) 99219-4850.

Comentários