Vaga emociona Luciano Quadros que classifica America como pedra no seu sapato

O técnico Luciano Quadros não escondeu a emoção após a disputa de pênaltis e a consequente classificação do Sampaio Corrêa sobre o America, na última quarta-feira (10). A equipe se classificou às quartas de final da Copa Rio e o treinador conseguiu pela primeira vez ter êxito em um duelo de mata-mata contra o adversário. Segundo Luciano Quadros, o time rubro era uma verdadeira pedra no sapato.

- Assim, feliz pelo momento. Não é fácil chegar no meio da competição em uma equipe que tinha um ponto na Série B1 e hoje tem oito. Duas passagens na Copa Rio, já enfrentando um favorito. Então, pô, pra mim, que sou um cara que luta muito, é importantíssimo, porque o America vinha sendo uma pedra no meu sapato. Em 2017 perdi o acesso para o America no Audax, ano passado perdi para eles aqui no Sampaio - revelou o treinador.

Naturalmente uma classificação da forma que foi, em uma remontada, após perder o primeiro jogo em casa, dominar o segundo e passar nos pênaltis, o time ganha confiança para a reta final do primeiro tempo, após um começo de instabilidade. O técnico projeta melhora e um time ainda mais competitivo para a Taça Corcovado e a fase seguinte da própria Copa Rio.

- A nossa equipe está construindo um caráter, uma identidade. Ainda carece de força para no final sustentar o jogo, porque no final nós estamos tendo que trabalhar nos treino para mudar a ideia de jogo, para a proposta que eu quero de intensidade e de volume. Os jogadores estão assimilando, entenderam o que queremos. A gente está conseguindo colocar em prática uma situação - falou o comandante. 

O Sampaio Corrêa, agora, pega o Audax Rio, no sábado, dia 13 de julho, no Elcyr Resende, pela penúltima rodada da Taça Santos Dumont, o primeiro turno da Segundona do Estadual.

Comentários