Cabo Frio acerta últimos detalhes para receber competição de surf agora em agosto

Cabo Frio está acertando os últimos detalhes para receber o Cabo Frio Surf Pro 2019. O evento será realizado na cidade nos dias 23 e 25 de agosto e deverá reunir atletas de várias partes da região. Os interessados em participar do evento terão até o dia 21 de agosto para se inscrever. As vagas são limitadas. O torneio irá contar pontos para a 3ª etapa do Circuito Estadual Profissional do Rio de Janeiro e também para o ranking brasileiro da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP).

De acordo com os organizadores, a competição contará com 100 vagas para categorias profissionais e 20 para as de surf adaptado. O torneio irá distribuir ainda um total de R$ 40 mil em premiações. Além do dinheiro, os campeões poderão ter direito também a uma vaga na triagem do Mundial de Saquarema 2020, caso a WSL (World Surf League) continue concedendo um wildcard para a Federação de Surf do Rio de Janeiro (FERSERJ).

Para se inscrever na competição, é preciso pagar uma taxa de inscrição que varia de acordo com a categoria. O Masculino Pro, por exemplo, custa R$ 200,00. O Femino Pro é R$ 100,00. No surf adaptado as categorias são Adapt Open, R$ 50 (cinquenta reais); e Adapt Assist | Adapt Feminino, 1 kg de alimento não perecível.

O pagamento deve ser feito por meio de depósito na boca do caixa ou transferências. Não serão aceitos depósitos em caixa eletrônico. Após o pagamento, o comprovante deve ser enviado para o e-mail contato@feserj.org.br junto com os documentos de identificação e a ficha de inscrição.

O evento é organizado FESERJ, com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL), e vai receber atletas de todo o país. O Cabo Frio Surf Pro 2019 conta também com apoio e patrocínio da Secretaria de Estado e Esporte, Lazer e Juventude do Rio de Janeiro (SEELJE), por meio da Superintendência de Inclusão Sócio Esportiva; e do programa RJ +Inclusão.

“Esse evento é o retorno das atividades do cenário nacional do surf para Cabo Frio. Temos um ídolo do esporte que nasceu na cidade, o Victor Ribas, e hoje a Karol Ribeiro que tem se destacado e foi a primeira surfista brasileira a participar de um Pan Americano, além de outros atletas em disputa. Existem alguns trabalhos em Cabo Frio com surf e precisamos dar uma atenção especial. Temos praias maravilhosas e é a oportunidade que temos de reaparecer no cenário nacional e estadual, sem esquecer que precisamos cuidar dos nossos atletas, das pessoas que praticam e das que virão, para também termos nossas competições”, analisou o secretário de Esportes, Flávio Rebel.

Comentários