CEO Marcelo Soares fala sobre a gestão nos bastidores do Serra Macaense

O hiato entre a saída da Taça Santos Dumont e a estreia na Taça Corcovado para o Serra Macaense foi de muito trabalho dentro e fora de campo. Nos bastidores, a figura do CEO Marcelo Soares atua na implantação de um software para o Sistema de Gestão de Informações de Departamentos Esportivos, o Sade WEB. O objetivo é integrar todos os setores do Clube de forma rápida e eficaz, permitindo o acesso às informações condizentes com cada departamento que são úteis dentro dos demais, de maneira correlacionada.

“Estou debruçado há algum tempo nesse sistema. Foram algumas reuniões com os desenvolvedores, internas, estudos, enfim. Será um grande salto de qualidade com essa conexão e integração entre todos do Serra Macaense. A partir da segunda quinzena de agosto montaremos um planejamento de treinamento da ferramenta para que os demais funcionários do Clube participem. Além disso, com as mudanças que tivemos também, sobretudo no futebol, nosso papel é dar todo subsídio para a nova comissão técnica e isso eles receberam bem. Toda estrutura solicitada pelo treinador foi lhe dada para que a partir do seu trabalho se comece o returno com o pé direito. Nosso objetivo está traçado no acesso e seguimos confiantes. Acreditamos muito neste grupo, no trabalho dos novos profissionais, o Rafael Soriano e o Cassio Barros, então temos uma perspectiva bem interessante para a sequência”, aponta.

Recentemente o dirigente firmou uma parceria para o uso de outro campo para treinamentos, no Bairro do Horto, possibilitando o grupo ter nova opção, alternando com o CEPE, o qual está ao lado do Verdão desde o começo da temporada.

“Claro que as demais demandas não param. Além do software, o dia a dia sobressai. Essa qualificação para o treinamento é importante. Também seguimos firmes em busca do selo de Clube Formador, que é meta até 2020, bem como a construção do nosso CT. Nisso, quero salientar a satisfação com os resultados alcançados até o momento com nossas categorias de base. O sub-20 chegou muito perto da final, teve a melhor campanha geral e em jogo atípico perdeu a vaga na decisão para a equipe que conquistou o turno, inclusive. Então sabemos que podemos chegar também. O sub-17 e o sub-15 com peças em evolução, que podem crescer na carreira, atletas em formação e isso nos orgulha, até porque estamos vendo potencial em alguns que já despertam interesse de outras agremiações, potencializando a marca do Serra Macaense”, garante.

O Serra Macaense em 2019 tem ao seu lado as seguintes empresas:  Academia Infinity, Studio da Coluna, Clínica Dr. Dennis Salles, Same Serviços Médicos, Gelito Easy, Alternativa Internet, Ícone Sports, Nobels Atacado, Portugal Negócios Imobiliários e Mata Sede Distribuidora de Água.

Comentários