Foco dobrado: Peterson deixa alerta para Goyta encerrar série negativa

Já são quatro jogos sem vitória do Goytacaz na Série B1 do Campeonato Carioca. A má fase encontrou seu principal momento de baixa no último sábado (3), com a derrota por 3 a 1 para o Duque de Caxias, resultado que encerrou a invencibilidade do Alvianil na competição estadual.

Resta agora ir em busca da recuperação. E o volante Peterson deixa a receita: foco dobrado. O próximo desafio, contra o Serrano, será em Campos. Fazer valer o mando de campo será essencial para colocar um ponto final no momento mais turbulento vivido na Segundona.

- Sempre é bom começar ganhando, mas o Duque de Caxias é uma equipe muito forte em casa, tanto que nessa competição ainda não perderam no Marrentão. Não era o que a gente esperava (a derrota), mas agora vamos com o foco dobrado, já que a gente precisa dos três pontos para dar sequência no campeonato.

Sobre a derota para os caxienses, Peterson acredita que o Goytacaz recuou demais na etapa complementar. A partir daí, abriu espaço para a pressão do adversário, que se valeu da qualidade de sua linha ofensiva para virar o marcador.

- A equipe do Duque é muito boa, tem qualidade também. O primeiro tempo foi muito equilibrado, com as duas equipes tendo oportunidade de abrir o placar. Numa bola parada o Jefinho foi feliz e fizemos o gol. No segundo tempo recuamos muito, ficando muito atrás na nossa intermediária, com o adversário vindo para cima. Conseguiram nos envolver numa jogada, onde o atacante deles foi feliz, e conseguiram fazer o gol (de empate).

Peterson ainda evitou dar maior peso ao assunto arbitragem. A atuação do juiz Leandro de Lima e Silva foi bastante contestada pelo Alvianil, principalmente na alegação de uma não expulsão do zagueiro Dilsinho.

- A questão de arbitragem é difícil falar. Não adianta falar, na verdade. Perdemos e precisamos buscar os próximos três pontos dentro de casa.

Goytacaz e Serrano medem forças no próximo sábado (10), às 15h, no Aryzão.

Comentários