PAN 2019: Brasil perto de igualar melhor campanha da história - resumo da quinta (08/08)

Daqui não saio, daqui ninguém me tira? Será? O Brasil tem nove medalhas de ouro a mais do que o Canadá faltando três dias para o fim dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019. São 36 ouros contra 27 dos canadenses. A única vez na história que o Brasil terminou em segundo lugar no quadro de medalhas foi em 1963, ano em que os Jogos acontecerem em São Paulo. Se terminar em segundo lugar, vai quebrar um tabu de 56 anos. 

Só na quinta-feira (08/08), o Brasil conquistou treze medalhas: 5 ouros, 2 pratas e 6 bronzes. Só na natação foram sete: ouro no revezamento 4×100 medley e Chierighini nos 100m livre. Prata para Guido nos 100m costa e Miguel Valente nos 800m livre. Bronze para Etiene Medeiros mos 100m costa, Vivi Jungblut nos 800m livre e Larissa Oliveira nos 100m livre. Já no atletismo, Alison Brendom ficou com o lugar mais alto do pódio nos 400m com barreiras.

No judô, o Brasil ficou com mais duas medalhas de ouro: Larissa Pimenta e Renan Torres. Bronze para Giullia Penalber no Wrestiling. E também terceiro lugar para o remo quatro sem e skiff duplo. Perdeu a conta? Confira abaixo todas as notícias para começar o dia atualizado!

Natação
A brasileira Larissa Oliveira entrou para a história nesta quinta (8) ao conquistar duas medalhas, uma de ouro e uma de bronze, em Lima. Com isso, ela soma agora oito em edições do Pan-Americano e passa ser, ao lado de Joana Maranhão e Tatiana Lemos, a maior medalhista da natação brasileira em Pans.

Atletismo
O garoto Alison Brendom dos Santos, de apenas 19 anos, mostrou mais uma vez porque é uma das principais esperanças do atletismo brasileiro. Com a marca de 48s45, a melhor de sua vida, o brasileiro conseguiu o quarto melhor tempo do mundo em 2019 para conquistar a medalha de ouro nos 400m com barreiras dos Jogos Pan-Americanos.

Judô
A jovem Larissa Pimenta conquistou a medalha de ouro no judô dos Jogos Pan-Americanos de Lima nesta quinta (8). Mais do que isso, com apenas 20 anos, a meio-leve consegue em Lima sua apoteose continental uma vez que já havia vencidos os três campeonatos pan-americanos específicos do judô, como cadete, júnior e adulta. Na saída, dedicou a vitória à vó, já falecida, e contou que em determinado momento da competição sentiu a presença dela.

Remo
O Brasil continuou a boa campanha no remo nos Jogos Pan-americanos de Lima 2019 hoje com duas medalhas de bronze em três finais disputadas. Lucas Verthein e Uncas Batista ficaram com a medalha no Double Skiff Masculino, enquanto o barco de Willian Giaretton, Gael Campos, Fábio Moreira e Alef Fontoura medalharam no 4 Sem Masculino.

Wrestling
No segundo dia do Wrestling nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, o Brasil foi representado pelas mulheres. Nesta quinta-feira (08), Kamila Barbosa, Giullia Penalber e Camila Fama foram ao tatame do Complexo desportivo de Callao. No dia, o melhor resultado foi o bronze conquistado por Giullia, na categoria até 57kg.

Comentários