PAN 2019: Pratas no boxe e bronze no ciclismo marcam dia sem ouro do Brasil

Boxe e ciclismo foram únicas fontes de medalhas do Brasil no dia
A quinta-feira (1º/08) do Brasil nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 não foi tão frutífera quanto os dias anteriores. Apenas duas modalidades colocaram atletas no pódio, com um total de três medalhas: duas de prata e uma de bronze.

Grande expectativa da noite, as duas finais do boxe tiveram brasileiros derrotados. A outra medalha brasileira no ciclismo de estrada, na categoria por equipes. 

Confira os destaques do Brasil nesta quinta-feira de Pan:

Keno Marley perde decisão para cubano e fica com a prata
Estrante em Pans, o jovem Keno Marley, de apenas 19 anos, perdeu para o cubano Julio César La Cruz, favorito no duelo, na categoria até 81 kg. Na disputa, La Cruz se valeu de sua ótima técnica e esquiva e venceu com certa tranquilidade.

Em final disputada, Jucielen Romeu é derrotada por argentina
Em um confronto mais disputado, com placar de 29 a 28, Jucielen Romeu perdeu para a argentina Leonela Sanchez na final da categoria até 57 kg do boxe, e somou mais uma prata para a delegação brasileira.

Ciclismo de velocidade fica com o bronze
Na disputa do terceiro lugar no ciclismo de velocidade por equipes, diante do México, os brasileiros venceram graças a duas largadas falsas (apenas uma é permitida) dos adversários. Assim, o Brasil ganhou uma medalha de bronze no quadro geral.

Sobrinha de Fernando Meligeni estreia com vitória no tênis
Com a torcida do tio e campeão pan-americano de 2003 Fernando, Carol Meligeni estreou com vitória no Pan de Lima: ela bateu a argentina Victoria Bosio por 2 sets a 1 (com parciais de 6/1, 6/7 e 6/4) no torneio de simples do tênis.

Comentários