Pressionado, Goyta volta ao Aryzão, palco de tropeço decisivo na Série B1

O Goytacaz vive momento de baixa na Série B1, com quatro jogos sem vencer. Dentro dessa sequência, foi eliminado na Taça Santos Dumont, ao empatar com o Bonsucesso, e perdeu na estreia da Taça Corcovado, diante do Duque de Caxias. A chance de recuperação virá em casa, contra o Serrano. O Aryzão, por sinal, foi palco de um episódio tenso nesta mesma Segundona.

Na última rodada da fase classificatória de primeiro turno, o Goyta empatou, em Campos, com o Nova Cidade. Resultado que fez o time da Rua do Gás avançar às semifinais sem vantagem do empate e mando de campo. Após os 90 minutos, veio a reprovação da arquibancada e jogadores como Flamel chegaram a bater boca com torcedores. Líder do elenco, o volante Jefinho espera apoio neste reencontro, mas diz entender as cobranças.

- Esperamos a torcida para apoiar. A gente sabe da cobrança. No futebol existe a cobrança, ainda mais no Goytacaz, um clube centenário, de tradição, no qual a torcida vai mesmo no estádio, vai apoiar. Temos que esperar críticas também. Sabemos que não estamos bem nos últimos dois, três jogos, mas vamos trabalhar - disse o jogador, que reforçou a confiança no elenco.

- Sabemos da nossa qualidade. Não chegamos na final, mas fizemos um bom primeiro turno. E sabemos que podemos fazer também um bom segundo.

Goytacaz e Serrano medem forças às 15h de sábado (10), no Aryzão.

Comentários