Problemas financeiros e estruturais fazem com que Campos comemore semifinal

Apesar da tristeza da eliminação na Taça Santos Dumont, a semifinal alcançada pelo Campos foi comemorada por jogadores e comissão técnica. Isso porque as condições de trabalho não são boas e a reclamação são por salários atrasados, que chegam a dois meses. Por esse motivo, Souza exaltou a campanha e parabenizou seus comandados.

- Só Deus sabe como chegamos até a semifinal. O Campos é um clube que tem recurso quase zero. Incentivar os jogadores assim é difícil, a diretoria tem que levantar a mão para o céu pela campanha. Se chegamos a semifinal, alguma coisa nós fizemos. Mas para o segundo turno tem que melhorar a parte financeira. Incomoda muito aos atletas e a todos. Quando cada um chega a sua casa, tem a reclamação e a cabeça pesa - disse o treinador.

Jogadores não vão a treinos por não terem dinheiro para a passagem
Outro que exaltou a campanha feita pela equipe foi Patrick. O goleiro lamentou, não só o atraso de salários, pois revelou que existem jogadores que não vão a todos os treinos por não terem dinheiro de passagem, e também criticou a estrutura de treinamentos que existe no clube.

- Dentro da estrutura que nos dão no Campos, conseguimos fazer até muito no primeiro turno. Falta muita coisa, não só questão se salários, mas estrutura também. Fomos o único time da semifinal que viajamos no dia do jogo, numa situação difícil, pois enfrentamos o America. Demos o nosso melhor e vamos buscar continuar bem no segundo turno - revelou o goleiro, que prosseguiu.

- Quando entramos dentro de campo damos o nosso melhor, os problemas ficam fora do campo. Mas no dia a dia de trabalho é complicado. A cabeça pesa. Não conseguimos fazer tudo certinho. Tem um jogador ou outro que falta por que não tem dinheiro de passagem, o emocional pesa e isso no futebol conta muito. No dia a dia temos pouca motivação, a semana de trabalho é complicada.

Em meio as dificuldades financeiras, o Campos volta a jogar no próximo domingo (04/08), quando estreia na Taça Corcovado. O Roxinho enfrenta o Olaria, no Estádio Antônio Ferreira de Medeiros, em Cardoso Moreira, às 15h.

Fonte: FutRio

Comentários