Escolas recebem material esportivo em Macaé

No mês em que se comemora o Dia do Profissional de Educação Física - dia 1 de setembro -, 42 escolas municipais do Ensino Fundamental e Educação Infantil estão recebendo um total de 1.300 coletes da Rede de Parceiros Multiplicadores em Esporte Educacional. A programação tem o objetivo de democratizar e qualificar a prática do esporte educacional, por meio da articulação, formação e aplicação de aulas voltadas para área esportiva. Outra proposta é reforçar a formação de professores no processo de ensino e aprendizagem do esporte educacional. A expectativa é receber ao longo deste ano outros materiais como bolas, cones e bambolês e encerrar a formação com os profissionais participantes.

Iniciado em 2018, em Macaé, o projeto é fruto da parceria com o Instituto Esporte & Educação (IEE) e foi criado e presidido pela medalhista olímpica Ana Moser, numa ação conjunta com a Petrobras. Um total de 19 escolas do primeiro segmento do Ensino Fundamental (1º ao 5º), 17 de Educação Infantil e seis do segundo segmento do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) estão participando. Entre as unidades está a Escola Municipal de Educação Infantil Maria Cecília Tourinho Furtado (Fronteira). Com 261 alunos, o espaço de horário integral realizou, nesta quarta-feira (4), a entrega de coletes e atividade especial conduzida pela professora de Educação Física, Vanessa Passos.
A iniciativa está envolvendo dez encontros com formação teórica e prática para professores, orientadores pedagógicos, professores integradores e gestores. De acordo com o Secretário de Educação, Guto Garcia, a Rede de Parceiros Multiplicadores em Esporte Educacional é mais uma parceria importante. "A programação abrange formação teórica e prática para professores, orientadores pedagógicos, professores integradores e gestores", destaca.

Aulas movimentam escola
A entrega de coletes movimentou a Escola Municipal de Educação Infantil Maria Cecília Tourinho Furtado. Entre os alunos mais animados estavam Mário Lúcio da Silva, de 5 anos, e Maria Vitória da Silva, de 4 anos. Eles se dividiram em equipes e torcidas. "Gostei do colete. Sou do time verde. Gostei de jogar futelençol", contou Maria.
Para a professora Vanessa Passos (Educação Física), o evento contribuí com a prática. "O curso é muito dinâmico. Toda atualização é positiva. Pudemos agregar novos conhecimentos e promover atividades diferenciadas com os alunos fora de sala de aula", comentou. Já Mariane dos Santos (professora orientadora), lembrou que o projeto é mais uma oportunidade de socialização com outros profissionais. "É interessante estarmos juntos e refletirmos sobre o processo de ensino. Todas as orientações são muito válidas. No caso da nossa escola, estamos melhor aproveitando o espaço escolar com adaptação para Educação Infantil", destacou.

As diretoras Jane Ramos (geral) e Elizângela Pizzo (adjunta) elogiaram o programa. "É gratificante ver nossos profissionais nesta formação. Acreditamos que a Educação Física na Educação Infantil é primordial", pontuaram.
Segundo a coordenadora de Educação Física da Educação Infantil, Fernanda Leão, o próximo encontro de formação será na quarta-feira (11), na Cidade Universitária, das 8h às 17h. "A formação para os profissionais de Educação Física é contínua e faz parte do calendário da rede municipal. Esta é mais uma programação de parceria, que visa agregar conhecimentos aos participantes, que também fazem parte acompanhamento e avaliação das práticas pedagógicas e recebimento de kits com materiais como apostilas, camisas e sacolas", observou.

O projeto Rede de Parceiros Multiplicadores em Esporte Educacional tem o objetivo de reforçar a formação de professores no processo de ensino e aprendizagem do esporte educacional. Outra proposta é democratizar e qualificar a prática do esporte educacional por meio da articulação, formação e aplicação de aulas voltadas para área esportiva. Entre os pontos positivos evidenciados no projeto estão o aumento do acesso à prática de esporte educacional nos municípios atendidos; ampliação da cultura esportiva e da visão dos professores e gestores sobre as possibilidades do esporte como ferramenta de educação; aplicação dos princípios do esporte educacional nas práticas pedagógicas dos professores.

Comentários