Fortaleza vence Botafogo com gol contra e se afasta da zona de rebaixamento


O Fortaleza venceu o Botafogo por 1 a 0 nesta segunda e respirou aliviado neste Campeonato Brasileiro. O gol da partida foi marcado contra pelo zagueiro Marcelo Benevenuto já no segundo tempo. O técnico Eduardo Barroca ainda fez duas alterações e mandou o time para frente, mas não conseguiu a reação.

Com o resultado, o Fortaleza chega aos 25 pontos e pula para a 13ª posição. O triunfo fez o time abrir uma gordurinha de seis pontos para a zona de rebaixamento. O Tricolor volta a campo no sábado, quando visitará o São Paulo, no Morumbi.

O Botafogo, por sua vez, parou nos 27 pontos e chega a quatro jogos sem vencer - três derrotas seguidas. O Alvinegro já ligou o alerta contra queda e volta a campo no domingo contra o Fluminense, no Nilton Santos.

Fortaleza aposta em pontas, e Osvaldo acerta trave
Com a volta de Rogério Ceni, o Fortaleza foi a campo com quatro atacantes. A escolha deixou clara a intenção dos donos da casa. E foi o que se viu em campo. Após um início mais equilibrado, os cearenses passaram a dominar o jogo e por muito pouco não abriram o placar. Jogando pelas pontas, o Tricolor acertou a trave de Gatito em belo chute de Osvaldo.

Defensivo, Botafogo demora a responder
O Botafogo, por sua vez, tinha a primeira meta de se defender. O time não conseguiu ficar com a bola como gostaria e também não conseguiu encaixar contra-ataques. Dessa forma os cariocas só chegavam ao ataque construindo bem as jogadas. Foi assim que Cícero recebeu na entrada da área e chutou firme para boa defesa de Marcelo Boeck.

Trave salva Botafogo novamente
Não foram tantas chances, mas as criadas levaram bastante perigo para o Botafogo. O gol só não saiu porque a trave salvou os times do Rio em duas oportunidades. Após parar Osvaldo, a baliza também interrompeu o que seria o gol de Wellington Paulista. Gatito Fernández estava vencido em ambas as oportunidades.

Luiz Fernando é acionado por Diego Souza, mas perde gol
O Botafogo depende da qualidade de Diego Souza para criar oportunidades de gol. E foi justamente assim que o time quase abriu o placar. O centroavante acionou Luiz Fernando que entrou livre pela direita. A finalização, no entanto, não foi das melhores. A bola cruzou toda a área e saiu pela linha de fundo.

Fortaleza tem gol anulado pelo VAR
Logo em seguida, o Fortaleza abriu o placar. André Luiz comemorou, foi parabenizado pelos companheiros e quando o Botafogo daria a saída de bola a arbitragem anulou o lance. O atacante estava em posição irregular e só foi possível perceber com ajuda da televisão. Acertou o VAR.

Marcelo Benevenuto faz gol contra
O Fortaleza tentou de todas as formas, mas quem abriu o placar foi o Botaofogo - só que contra. Em cobrança de escanteio, Marcelo Benevenuto tentou se antecipar ao zagueiro Jackson e desviou a bola, que não deu qualquer chance para Gatito defender. O goleiro até poderia ter saído do gol, mas não o fez.

Fortaleza fica próximo de ampliar
Após o gol, o Fortaleza seguiu no campo de ataque e ficou muito próximo de ampliar o placar. Felipe Pires finalizou com perigo. No lance seguinte, André Luiz carimbou novamente a trave de um Botafogo totalmente envolvido pelo adversário.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 1 X 0 BOTAFOGO

Campeonato Brasileiro da Série A - 22° rodada
Data e hora:  30/09/19, às 20h (de Brasília).
Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence (ambos de GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Cartões Amarelos:  Felipe e André Luis (Fortaleza); Lucas Barros e Fernando (Botafogo)

Gol: gol contra de Marcelo Benevenuto, aos 15 minutos da segunda etapa 

Fortaleza: 
Marcelo Boeck; Tinga, Quintero, Jackson e Carlinhos; Juninho, Felipe, Edinho, Romarinho (André Luis) (Marlon); W. Paulista e Osvaldo (Felipe Pires). Técnico: Rogério Ceni

Botafogo: 
Gatito Fernández; Fernando, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Lucas Barros; Cícero (Victor Rangel), Gustavo e João Paulo (Leo Valencia); Marcinho, Luiz Fernando (Marcos Vinicius) e Diego Souza. Técnico: Eduardo Barroca

Comentários