Presidente lamenta que parceiros tenham deixado o Campos no meio do ano

Desde quando retornou ao futebol profissional em 2015, o Campos sempre lutou por acesso em divisões inferiores. Mas este ano a situação foi diferente e com muitos problemas financeiros, o Roxinho só se livrou do rebaixamento na última rodada. Presidente do clube, Márcio Reinaldo lamentou que alguns parceiros que se comprometeram ajudar na temporada, segundo ele, deixaram o projeto no meio do caminho.

- Construímos uma história no clube desde 2015, mas 2019 foi um ano de muitas dificuldades. Planejamos, até bem planejado, mas infelizmente perdemos alguns patrocinadores no meio da caminhada e isso dificultou nossos objetivos. Lógico que o principal era não cair, mas quando víamos que tínhamos condições de chegar, como chegamos a semifinal do primeiro turno, começamos a deslumbrar outros horizontes - disse o dirigente.

Márcio Reinaldo admitiu que a temporada de 2019 foi um grande aprendizado para todos no clube e ressaltou que no ano que vem o planejamento do Campos será bem superior ao que aconteceu este ano e que tudo estará mais organizado.

- Vamos levar um grande aprendizado. Cometemos alguns erros, mas tivemos acertos. No geral, foi um ano ruim, para se esquecer. É passar a borracha. Já vamos começar a preparar o próximo ano para que não aconteça de maneira nenhuma o que ocorreu nesta temporada. Sempre buscamos fazer equipes competitivas, mas em 2020 não vamos confiar em algumas pessoas em que confiamos, mas nos deixaram na mão. Mas podem ter certeza que será um Campos mais competitivo e organizado - finalizou.

Com o fim da atual temporada, o Campos só volta a jogar em 2020, quando disputará novamente a Série B1 do Campeonato Carioca.
Fonte: FutRio

Comentários