Vico enxerga melhora individual nesta temporada em comparação a 2018

O Serra Macaense iniciou a temporada de forma positiva, sendo tratado como um dos favoritos ao acesso devido as novas contratações e retorno de alguns nomes, como do volante Vico, de 22 anos. O camisa 8 foi um dos grandes nomes da equipe em 2018, foi emprestado ao Madureira para a Série A deste ano, mas não entrou em campo, perdendo a reta final da temporada por conta de uma lesão.

Retornando ao Verdão de Macaé para a disputa da Segundona, Vico sabia da responsabilidade que iria encontrar. O jogador mostrou grande satisfação com seu desempenho pessoal, mas lamentou não ter atingido o objetivo principal que era levar o Serra à Primeira Divisão do Campeonato Carioca.

- Desde o início tínhamos o objetivo do acesso, todos sabem disso. Infelizmente não conseguimos encaixar. Acho que nosso time é qualificado, mas infelizmente não conseguimos fazer a pontuação necessária. Pessoalmente fico muito feliz, que estou em uma crescente, me senti responsável por chamar a responsabilidade nos momentos difíceis. Consegui ajudar diretamente contra o Olaria, contra o Gonçalense, nas partidas que fiz gols e ajudei a equipe. Me senti tendo que chamar a responsabilidade pela história que eu já criei no Serra Macaense. Vejo uma evolução muito grande dentro da competição, mesmo que a equipe não tenha funcionado tão bem neste segundo turno.

Ciente da sua importância e identificação com o Serra Macaense, Vico acredita que tenha ajudado mais diretamente a equipe nesta temporada. De acordo com o volante, ter chamado a responsabilidade e ajudado diretamente com gols no momento difícil que o clube vivia, foi mais valioso do que em 2018.

- Nessa temporada eu fiz três gols, a mesma quantidade do ano passado, mas foram gols mais decisivos. Consegui ajudar mais a equipe do que ano passado. Estamos em uma crescente. Posso dizer que fiz uma competição melhor, mas não apareço tanto devido as condições do time. Quando estamos na parte de cima da tabela, acabo aparecendo mais. Fico tranquilo por ter ajudado a livrar a equipe do rebaixamento e confiança para o que aparecer. Mesmo não tendo jogado o Carioca, sei que deixei uma impressão boa, tanto que o senhor Elias (Duba, presidente do Madureira) deixou as portas abertas para mim.

Em três temporadas com a camisa do Serra Macaense, Vico soma 58 jogos e seis gols marcados. O jogador passou por dois empréstimos: primeiro no Goytacaz em 2018, onde atuou em sete oportunidades e marcou um gol, e este ano no Madureira, no qual não entrou em campo.

Fonte: FutRio
Foto: Eduardo Araujo (SMA)

Comentários