Atleta da FME conquista a prata no Torneio Nacional de Ginástica de Tranpolim

A ginasta da Fundação Municipal de Esportes, Maria Eduarda Cabral, conquistou neste sábado (12) no Ginásio Rio Vermelho, em Goiânia, a medalha de prata na categoria pré-mirim do XIV Torneio Nacional de Ginástica.  O evento reúne cerca de 200 atletas da elite e da nova geração. Já a colega Mirela Cordeiro, ficou com o 5º lugar. Além de 4º e 12º  lugar na categoria infanto juvenil.

De acordo com a coordenadora de Ginástica da Fundação Municipal de Esportes, Dorinha Viana, o resultado foi excelente para as meninas que estão tendo a oportunidade de conhecer de perto atletas de ponta do país e toda a infraestrutura oferecida pela Confederação Brasileira de Ginástica.
- Esse é mais um passo importante para as ginastas campistas que tem grande potencial na modalidade. O evento tem por objetivo avaliar o crescimento das atletas, promovendo essa integração entre as ginastas do Campeonato Brasileiro e do Torneio Nacional. A intenção é massificar o esporte e esta integração só vem contribuir para o crescimento da Ginástica de Trampolim.

Eduarda Cabral ressalta que vinha treinando muito, mas não imaginava conquistar a medalha de prata. "Foi um sonho realizado e agora só me motiva a continuar treinando para novas competições e ser uma grande ginasta. Marquei 19.500 pontos enquanto que a campeã 20 mil no tumbling". Mirela Cordeio, também destacou a importância de estar ao lado de grandes atletas e do resultado obtido.

- É muito gratificante acompanhar o desempenho das nossas ginastas que vem se destacando principalmente num evento deste porte que é o Torneio Nacional de Ginástica de Trampolim. Só vem de encontro com a nossa proposta de trabalho que é construir a base do esporte em várias modalidades.  Estamos abrindo horizontes para essas crianças e adolescentes. A FME atualmente atende cerca de 20 mil pessoas, em 50 atividades esportivas, sempre focado no esporte de base e o resultado está ai, por onde passam. Também gostaria, de parabenizar nossos professores que se dedicam na construção de uma nova geração de atletas”, concluiu o presidente da FME, Raphael Thuin.

Comentários