Carateca da FME busca título inédito no Campeonato Brasileiro

André Junior Viana Marques, 17 anos, 1,78m, 75 kg. Campista, conheceu o karatê há menos de dois anos por meio da professora Samara Jardim, que viu no jovem um grande potencial. O resultado: campeão estadual na 1ª e 2ª etapas; campeão na primeira fase classificatória do Brasileiro, em Brasília. A final será em Urbelândia, Minas Gerais, de 7 a 14 de outubro, e deve reunir cerca de 7 mil atletas de todo o país. André é aluno da Fundação Municipal de Esporte e hoje integra a Seleção Estadual de Karatê.

— O karatê representa muita coisa na minha vida. Nunca pensei que o esporte pudesse mudar tanto a minha vida e, em menos de dois anos, me dar tantas oportunidades. Estou me esforçando ao máximo. A técnica Samara acreditou em mim quando eu ainda fazia parte do projeto Esporte Cidadania. Também agradeço ao presidente da Fundação (Raphael Thuin) que me acolheu e ver no esporte esta ferramenta de inclusão social e transformação na vida das pessoas — declarou André.
O carateca treina em média de 3 horas, por dia. Na etapa, que aconteceu em Campos, no último domingo (30) André conquistou duas medalhas de ouro, nas categorias Kat e Umite.

— Fico muito feliz em ver que o jovem André que veio de um projeto social para a Fundação Municipal de Esportes vem se revelando e conquistando espaço. A medida do possível estamos vencendo as barreiras e buscando filiar atletas na Confederação. O governo do prefeito Rafael Diniz trabalha para a construção de uma sociedade mais saudável — destacou o presidente da FME, Raphael Thuin.
A FME atualmente atende a mais de 150 alunos nas turmas de karatê, na sede da Fundação, nos CEDEs (Centros Esportivos da Escola) Jóquei e Alphaville. Somente com a professora Samara Jardim são cerca de 20 alunos. Stephany Prado, 15, começou há um mês.

— Eu gosto de esporte, tanto que já fazia capoeira e agora faço o karatê. Acredito que as duas modalidades se completam. É bom para o corpo e a mente — disse a jovem. "Como técnica da Seleção Estadual do Rio de Janeiro de karatê e atuando na Fundação Municipal de Esportes fico muito feliz em ver o resultado que estamos obtendo com o jovem André, o único campista classificado. Independente do resultado é de grande importância para o desenvolvimento técnico e como cidadão — destacou Samara.

Comentários