Fluminense vence o Bahia e chega ao quinto jogo de invencibilidade

Fluminense x Bahia - Comemoração
Em recuperação no Campeonato Brasileiro, o Fluminense venceu o Bahia por 2 a 0, em partida válida pela 25ª rodada. Com a vitória de hoje no Maracanã, o time comandado por Marcão chegou ao seu quinto jogo de invencibilidade, sendo três vitórias e dois empates, e assumiu momentaneamente a 13ª colocação, a última com vaga para a Copa Sul-Americana de 2020, com 29 pontos.

Os gols foram marcados por Nenê, de pênalti, e Danielzinho, num rebote de cabeça, ambos no primeiro tempo.

Já o Bahia enfrenta por fase totalmente oposta: este é o terceiro jogo sem vitórias. Estacionado nos 38 pontos, o time de Roger Machado permanece na oitava posição e pode ser ultrapassado pelo Athletico-PR, que enfrenta o Flamengo amanhã.

Danielzinho e Muriel brincaram no Dia das Crianças...
O meia de 23 anos foi o grande destaque do time do Fluminense no primeiro tempo. Daniel deu trabalho para a defesa baiana, foi a vítima da falta que resultou no pênalti, marcado por Nenê, e depois ampliou o placar com um belo gol de cabeça.

Porém, após o intervalo, quem brilhou mesmo foi o goleiro Muriel. Em um espaço de cinco minutos, o defensor do Fluminense protagonizou três grandes defesas e não permitiu que o Bahia reagisse no jogo.

Já João Pedro foi para o castigo!
Estreante no Bahia por conta da ausência de Nino Paraíba, João Pedro não foi tão bem no jogo. Foi o único amarelado em campo, no lance em que fez falta em Daniel. Ele chegou a arriscar para o gol, mas viu Muriel fazer grande defesa.

Fluminense: aproveitando que a fase é boa
O Tricolor das Laranjeiras mostrou bastante consistência para garantir a vitória no Maracanã. No primeiro tempo, o ataque funcionou bem e conseguiu chegar ao intervalo com dois gols de vantagem. Já na etapa complementar, quem brilhou mesmo foi o goleiro Muriel, que fez ótimas defesas e impediu que o Bahia diminuísse.

Bahia: faltou sorte!
A noite de sábado não foi boa para o Tricolor de Aço. O time perdeu um impressionante gol no primeiro minuto de jogo e viu o Flu marcar dois gols ainda no primeiro tempo. Após o intervalo, Roger Machado tirou dois jogadores de meio para a entrada de mais atacantes. A troca funcionou e fez o time criar mais chances que nos 45 minutos iniciais, porém não consegui ultrapassar Muriel.

Pré-jogo comemorativo
Os momentos que antecederam o pontapé inicial foram repletos de comemorações e ações de ambos os times. Por conta do dia das crianças, comemorado hoje, o Fluminense distribuiu camisas de presente para os pequenos torcedores presentes no Maracanã.

Já o Bahia entrou em campo com o capitão Lucas Fonseca carregando uma imagem de Irmã Dulce ao invés da flâmula do time. A religiosa, que é de Salvador, será canonizada pelo Papa Francisco amanhã (12).

Além disso, os técnicos Marcão e Roger Machado, os únicos treinadores negros do Campeonato Brasileiro, permaneceram no banco de reservas com uma camiseta de uma campanha contra o racismo no futebol.

Cronologia do jogo
O jogo mal havia começado e o Bahia já havia perdido uma chance inacreditável. Com apenas um minuto de jogo, o lateral João Pedro cruzou para Élber, que recebeu sozinho na pequena área, mas acabou mandando por cima do gol.

Aos 9, Marcão foi obrigado a fazer a sua primeira substituição no jogo. Isso porque Digão sentiu um incômodo muscular e indo bem cedo ao banco, dando lugar para Frazan. O zagueiro entregou a faixa de capitão para Nenê que, aos 19, abriu o placar no Maracanã, de pênalti, após João Pedro segurar Daniel dentro da área.

Vítima da falta que resultou no pênalti, Danielzinho fez um ótimo primeiro tempo, sendo coroado com o gol aos 44 minutos. Wellington Nem fez um ótimo cruzamento para João Pedro, que mandou na trave. No rebote, o meia de 1,62m subiu de cabeça para ampliar o placar.

Para tentar reagir, Roger Machado apostou na entrada de dois atacantes já no intervalo. A estratégia deu certo e o time chegou mais vezes ao gol, porém o treinador do Bahia não contava com a noite inspirada de Muriel.

O goleiro do Fluminense fez, pelo menos, três boas defesas, no segundo tempo: a primeira aos 10 minutos, após um belo chute de Élber, um minuto depois, na tentativa de João Pedro, e mais uma aos 15, parando o chutaço de Gilberto

Ficha técnica
Fluminense 2 x 0 Bahia

Competição: Campeonato Brasileiro (25ª rodada)
Data: 12/10/2019
Hora: 19h (de Brasília)
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro e Alex dos Santos (ambos de SC)
VAR: Rafael Traci (SC)
Público e renda: 16.880 pagantes e R$ 410.305,00 de renda

Gols: Nenê, aos 19', e Daniel, aos 44' do primeiro tempo.

Cartões amarelos: João Pedro (Bahia)

Fluminense: Muriel, Gilberto, Nino, Digão (Frazan) e Orinho; Airton (Dodi), Daniel e Nenê; Wellington Nem (Guilherme), João Pedro e Yony. Técnico: Marcão

Bahia: Douglas, João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Giovanni; Gregore, Flávio, Ronaldo (Arthur Caíke) e Guerra (Lucca); Élber (Rogério) e Gilberto. Técnico: Roger Machado

Comentários