Formação do Esporte Educacional capacita 80 professores da rede municipal

O curso de formação de professores do Esporte Educacional, em Macaé, foi encerrado, nesta terça-feira (29), no Auditório Claudio Ulpiano, bloco A, da Cidade Universitária, com programação durante todo o dia, das 8h às 17h, para 80 professores que receberão o certificado no final das atividades. O projeto é desenvolvido pela Rede de Parceiros Multiplicadores do Instituto Esporte & Educação (IEE) em parceria com a Petrobras e foi realizado no município através de convênio com a Secretaria Municipal de Educação, com o objetivo de disseminar melhores práticas da Educação Física e transferir conhecimentos e tecnologias aos profissionais para o trabalho com os alunos .

Neste último dia, foram ministradas palestras pela superintendente de Educação Infantil da Secretaria de Educação de Macaé, Mariana Duarte, que falou sobre “A Educação Física na Educação Infantil”; e o professor do Instituto Federal Fluminense (IFF-Macaé), Severino Neto, sobre “Metodologias Ativas no Ensino da Docência”. O curso começou em outubro do ano passado e, no total, foram realizados 10 encontros, sendo um por mês, só parando nas férias escolares, com atividades teóricas e práticas.

A parceria com a Secretaria de Educação foi feita através do Centro de Formação Carolina Garcia (CFCG), Superintendência de Educação Infantil e Superintendência do Ensino Fundamental. “Com este curso, os professores e orientadores da Educação Física estão capacitados a trabalharem como multiplicadores na formação do Esporte Educacional para toda a rede beneficiando todos os alunos com melhores práticas do ensino esportivo nas escolas”, destacou o secretário municipal de Educação, Guto Garcia.

“A Educação Física é mais do que o ensino de atividades físicas; ela permite que os alunos tenham disciplina e é forte estratégia também para os resultados cognitivos deles através dos jogos”, destacou a superintende do Ensino Fundamental, Balade Ayala.

A coordenadora do Centro de Formação, Regina Célia, falou da importância da troca de experiências que os profissionais vão levar para as escolas, a partir do curso. “Este aprendizado, com certeza, será de muito significado para as aulas de Educação Física nas nossas escolas a partir de agora com benefício para os alunos, as escolas e para vocês. A tarefa do Centro de Formação é trabalhar a formação continuada para levar aos profissionais, como vocês, novas práticas do ensino e aprendizagem”, enfatizou.

Criado em 2001 pela medalhista olímpica Ana Moser, o IEE tem como estratégia a disseminação das práticas esportivas educacionais a partir da transferência de tecnologia e parceria, democratizando o esporte educacional e favorecendo a educação integral, saúde e cidadania dos alunos dos 3 aos 17 anos. Mais informações sobre o projeto estão no site http://www.esporteeducacao.org.br/redemultiplicadores.

Comentários