Goyta viaja com desfalques e dúvidas para confronto decisivo pelo acesso


O resultado reverso da primeira partida (Goytacaz 0 x 2 Friburguense) não será o único obstáculo que o Goyta terá de enfrentar para conquistar o acesso à fase inicial da Série A 2020. Desfalques de última hora podem surgir como outro fator a ser trabalhado pelo treinador João Carlos Ângelo, pensando no jogo de volta, na tarde desta quarta-feira (2), no estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo.

Com o revés no placar parcial do confronto, o comandante alvianil treinou a equipe pela última vez nesta terça-feira (1), buscando encontrar o 11 ideal com as peças que tem à disposição, para virar o jogo e bater o Friburguense por três gols de diferença.

Um dos pilares do sistema defensivo do clube nesta temporada, o zagueiro Gilberto, que saiu do primeiro embate lesionado, desfalca o time. Substituto imediato, Rafael Olioza é favorito para assumir a vaga. O jovem Marcão, cria do Aryzão, corre por fora. 

O goleiro Adilson, uma das peças mais experientes do elenco, é dúvida e só terá presença confirmada no time momentos antes do jogo. Adilson já sofreu com questões físicas durante o campeonato e ficou de fora da semifinal do1º turno, dando lugar a Bambu. Bambu e Glaucinho são opções para assumir a meta alvianil.

Substituído no último sábado (28) no Aryzão, o atacante Jairo Paraíba sofre com desgaste físico, será observado pela comissão técnica e terá sua participação definida no vestiário do Eduardo Guinle.

Outro setor que pode sofrer alterações, porém por opção tática, é o meio-campo. Pensando na criatividade da equipe que precisa marcar pelo menos três vezes fora de casa, João Carlos pode promover a entrada do meia Danilo na vaga de Joel ou Peterson, que atualmente formam a dupla de volantes do time. Danilo tem sido opção constante do treinador durante a competição no decorrer do campeonato.

Talismã e xodó da torcida, Lukinha deve seguir como opção para a etapa final, como foi em 2017, quando decidiu para o clube nos minutos finais, no mesmo estádio. Titular naquela oportunidade, Rodriguinho corre por fora para reforçar o ataque alvianil desde o início da decisão.

“São possibilidades que estamos projetando para chegar à melhor formação em busca do resultado necessário. Sabemos do potencial do nosso grupo e confiamos na virada”, afirmou João Carlos Ângelo.

Para quem, há dois anos, no mesmo estádio, conquistou o acesso aos 44 minutos do segundo tempo, desistir com 90 minutos ainda restantes está fora de questão.

Fonte: Site do Goytacaz

Comentários