"Que eles se tornem profissionais", diz Adilson sobre diretoria do Goyta

A gota de esperança que restava ao Goytacaz já não existe mais. Na tarde desta quarta-feira (02), a equipe foi até o Estádio Eduardo Guinle, sofreu o revés de 1 a 0 para o Friburguense - agregado: 3 a 0 - e voltou para Campos sem o tão sonhado retorno à elite do futebol carioca.

Porta voz e um dos líderes do grupo que resistiu à inúmeros episódios turbulentos, o arqueiro Adílson parabenizou os atletas pelo espírito de luta e entrega até o minuto derradeiro da comepetição.

- Nós honramos a camisa do Goytacaz. A realidade é essa porque foram muitos sacrifícios, muitas dificuldades, mas, mesmo assim, nossa equipe chegou aonde chegou. Quantas equipes de investimento na Série B que ficaram para trás e nós conseguimos chegar numa decisão - disse o camisa 1.

Nada foi superior à principal problemática do Goytacaz nesta temporada: o atraso salarial. Duro nas palavras, Adilson abordou o assunto de forma ampla e pediu para que as pessoas que comandam o Goytacaz se tornem profissionais.

- Está todo mundo (jogadores) de parabéns. Espero que agora as pessoas que comandam o Goytacaz possam fazer uma auto-análise e, que daqui para frente, eles se tornem profissionais. Porque tem muitas coisa ali que precisa ser melhorado e todo mundo sabe - finalizou.

Fonte: FutRio
Foto: Jhonathan Jeferson (FutRio)

Comentários