Vasco vence o Fortaleza por 1 a 0 e se afasta da zona de rebaixamento

Resultado de imagem para Vasco vence o Fortaleza por 1 a 0
Na cobrança de pênalti de Yago Pikachu, o Vasco venceu o Fortaleza por 1 a 0 e deu uma reagida na 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time de Vanderlei Luxemburgo assume a 12ª colocação no torneio, agora com 31 pontos.

Já o Fortaleza continua na luta contra o rebaixamento. Com a derrota, os comandados de Rogério Ceni agora é o 15º, com 28 pontos, três a mais que o CSA, que abre o Z4.

Na quarta-feira (16), o Fortaleza recebe o líder Flamengo, enquanto o Vasco tem o clássico contra o Botafogo, em outro confronto direto entre times da parte de baixo da tabela.

Felipe Ferreira: mandou bem!
Entrando logo após o intervalo, o camisa 10 deu uma nova energia ao ataque do Vasco, ajudando o time a pressionar mais o Fortaleza. Fez uma ótima cobrança de falta que parou nas mãos do goleiro Marcelo Boeck.

Gabriel Dias: mandou mal!
A situação do Fortaleza já era complicada e ficou um pouco mais após a expulsão de Gabriel Dias, que levou dois cartões amarelos e fez falta em Talles Magno, após tomar um belo drible do jovem atacante.

Pressão vascaína funciona no segundo tempo
Após um primeiro tempo apático, o Vasco conseguiu reagir graças às mudanças promovidas por Luxemburgo na volta do intervalo. Tanto Fellipe Bastos quanto Felipe Ferreira entraram bem no jogo e conseguiram colocar mais pressão no Fortaleza, chegando ao gol na cobrança de pênalti de Pikachu.

Fortaleza de cabeça quente
Sem conseguir propor o jogo, com apenas uma finalização em direção ao gol, e vendo o Vasco crescendo no segundo tempo, o time do Fortaleza partiu para as faltas. O time de Rogério Ceni teve quatro jogadores amarelados e um expulso.

Cronologia do jogo
Tanto Vasco quanto Fortaleza pouco apresentaram no primeiro tempo, que chegou ao fim com apenas uma chance real de gol para cada lado. A melhor saiu apenas com 43 minutos, numa boa arrancada de Talles Magno pelo lado direito, porém Ribamar não conseguiu aproveitar a bola cruzada.

Os dois técnicos promoveram mudanças na volta para o segundo tempo. No Fortaleza, Adalberto entrou no lugar de Jackson. Já Luxemburgo tirou Andrey para colocar Fellipe Bastos e Ribamar para a entrada de Felipe Ferreira.

O camisa 10 deu um novo fôlego ao ataque vascaíno. Aos 12, Felipe sofreu uma falta na entrada da área e ele mesmo bateu a cobrança. A bola tinha destino no ângulo, mas Marcelo Boeck conseguiu defender.

O goleiro do Fortaleza ainda faria mais uma boa defesa poucos minutos depois, numa finalização à queima-roupa de Rossi, mandando para escanteio. Na primeira tentativa, o Vasco chegou a reclamar de um toque de mão e pediu auxílio ao VAR, que foi recusado para mais um escanteio. Neste segundo houve um empurrão de Adalberto em Castan, resultando em pênalti para o Vasco.

Yago Pikachu foi o responsável pela cobrança da penalidade, mandando uma bola rasteira para o lado direito. Marcelo Boeck foi para o mesmo lado e até chegou perto da bola, mas não conseguiu evitar o gol.

Talles Magno, em sua última partida antes de se apresentar à Seleção Sub-17, também jogou bem. Após uma lambreta em Gabriel Dias, acabou levando uma pé alto no peito. Por conta disso, o lateral do Fortaleza foi expulso, após receber o segundo cartão amarelo.

Ficha técnica
Vasco 1 x 0 Fortaleza

Competição: Campeonato Brasileiro (25ª rodada)
Data: 13/10/2019
Hora: 16h (de Brasília)
Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins e José Eduardo Calza (ambos do RS)
VAR: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Público e renda: 11.690 pagantes e R$ 442.325,00 de renda

Gol: Yago Pikachu (Vasco), aos 21' do segundo tempo

Cartões amarelos: Osvaldo, Adalberto, Gabriel Dias e Wellington Paulista (Fortaleza); Oswaldo Henríquez e Fellipe Bastos (Vasco)

Cartão vermelho: Gabriel Dias (Fortaleza)

Vasco: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Leandro Castan e Henrique; Andrey (Fellipe Bastos), Richard e Marrony (Marcos Júnior); Rossi, Ribamar (Felipe Ferreira) e Talles Magno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Fortaleza: Marcelo Boeck, Gabriel Dias, Paulão, Jackson (Adalberto) e Carlinhos; Felipe, Juninho, Edinho (Matheus Alessandro) e Osvaldo; André Luís e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni

Comentários