Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Athletico vence, chega ao G-5 e deixa Bota à beira da zona do rebaixamento


O Athletico-PR fez valer sua força na Arena da Baixada e venceu o Botafogo por 1 a 0 hoje (17) - com gol de Thonny Anderson - pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os paranaenses chegaram ao quinto lugar, já o Alvinegro voltou a ficar muito ameaçado de rebaixamento.

Estacionado nos 36 pontos, o Botafogo terminará a rodada a apenas um da zona e ainda pode ser ultrapassado pelo Cruzeiro, que enfrenta amanhã (18) o Avaí em Minas Gerais.

Por estar entre os seis primeiros e ser o atual campeão da Copa do Brasil, o Athletico-PR está abrindo mais uma vaga para a Copa Libertadores de 2020.

Athletico domina e Bota tem dificuldades no ataque
O Athletico-PR teve amplo domínio da partida, embora encontrasse dificuldades na saída de bola com os volantes, o que fez com que a ligação entre o meio de campo e o ataque ficasse prejudicada. Já o Botafogo não conseguia segurar a bola no ataque e a opção por um centroavante mais de área com Igor Cássio não surtiu o efeito desejado.

O melhor - Rony
O veloz atacante do Athletico-PR incomodou bastante a zaga alvinegra e arriscou jogadas individuais. Inclusive na que resultou no gol de Thonny Anderson.

O pior - Igor Cássio
Atacante do Botafogo acabou cometendo um pênalti - embora de maneira involuntária - e foi pouco efetivo na frente. O jogador não conseguiu segurar as poucas bolas que chegaram no ataque alvinegro.

Cavalieri tem trabalho
Substituto de Gatito Fernández, que está com a seleção do Paraguai, o experiente goleiro Diego Cavalieri teve trabalho na Arena da Baixada.

VAR é acionado após toque de mão
O VAR foi acionado na Arena da Baixada aos 20 minutos do primeiro tempo e a arbitragem concluiu que houve um toque de mão do atacante alvinegro Igor Cássio após cruzamento.

Cirino desperdiça
O camisa 10 do Athletico-PR, Marcelo Cirino, foi para a cobrança e tentou caprichar demais, chutando a bola para fora, no canto esquerdo do goleiro Léo.

Assim não, Nikão!
Logo aos cinco minutos do segundo tempo, Rony fez grande jogada pela esquerda e rolou para trás e de forma limpa para Nikão, que inacreditavelmente chutou para fora.

Thonny Anderson abre o placar
O gol do Athletico-PR saiu aos 13 minutos do segundo tempo, quando Rony fez boa jogada e rolou para Thonny Anderson. O atacante chutou meio triscado, mas a bola foi no canto direito do goleiro Diego Cavalieri, que chegou a tocá-la, mas não evitou o 1 a 0 para o time da casa.

Grama sintética volta a ser tema
Sempre motivo de assunto para as equipes adversárias, a grama sintética da Arena da Baixada foi tema também no Botafogo. O meia Cícero citou uma dificuldade a mais em atuar em tal piso.

"Sabemos que é uma dificuldade a mais jogar aqui por conta da grama sintética. Queira ou não, muda um pouco o estilo de jogo para quem não está acostumado", disse à TV Globo.

ATHLETICO-PR 1 X 0 BOTAFOGO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Data e hora: 17 de Novembro de 2019 (domingo), às 18h
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Thiago Heleno, Thonny Anderson, Robson Bambu, Márcio Azevedo (ATH); Joel Carli (BOT)
Cartões vermelhos: Ninguém
Gols: Thonny Anderson, aos 13 minutos do segundo tempo (ATH)

Athletico-PR: Léo; Madson, Léo Pereira, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Wellington e Camacho; Thonny Anderson (Erik) e Nikão; Marcelo Cirino (Vitinho) e Rony (Marco Ruben). Técnico: Eduardo Barros

Botafogo: Diego Cavalieri; Fernando, Carli, Gabriel e Lucas Barros; João Paulo, Cícero; Alex Santana (Rhuan), Luiz Fernando (Marcos Vinícius) e Leo Valencia; Igor Cássio (Diego Souza). Técnico: Alberto Valentim

Comentários