Com direito a golaço, Vasco faz 3 a 0 no CSA e volta a vencer no Brasileiro

image
O Vasco voltou a vencer no Campeonato Brasileiro após quatro jogos. Em partida válida pela 32ª rodada, o time de Vanderlei Luxemburgo venceu o CSA fora de casa por 3 a 0. Os gols foram marcados pelo volante Raul, com direito a pedalada e caneta no marcador, por Oswaldo Henríquez, de cabeça, e por Carlinhos, contra.

Com a vitória, o Vasco sobe para 42 pontos, mesma pontuação do Goiás e assume a 11ª colocação na tabela. Já o CSA permanece na zona de rebaixamento, com 29 pontos.

O próximo compromisso vascaíno é nesta quarta-feira (13) contra o Flamengo, em partida adiantada da 34ª rodada em virtude da decisão da Libertadores. O CSA joga somente no próximo domingo, contra o Fortaleza, no Castelão.

Raul: não foi só um gol bonito
Raul marcou um lindo gol, com direito a arrancada, drible e chute certeiro. Porém, a ótima noite do volante em Maceió contou também com muita precisão no toque de bola e sucesso no apoio defensivo.

Jonatan Gomez: mandou mal
Um dos jogadores mais queridos da torcida do CSA teve uma noite complicada no Rei Pelé. Aos 33 do segundo tempo, ele deu uma tesoura em Guarín e recebeu o primeiro cartão amarelo. Apenas cinco minutos depois, após o terceiro gol, ele deixou o braço em Richard e foi novamente amarelado, sendo expulso logo em seguida.

Vasco: pouca posse de bola, mas muita eficiência
O time de Vanderlei Luxemburgo não liderou a maioria das estatísticas da partida, teve menos posse de bola, foi mais faltoso e finalizou menos que o CSA. Porém, a mira estava afiada e conseguiu vencer graças aos gols de um zagueiro e de um volante.

CSA: Não faltou pressão
Apesar do placar, o CSA pressionou demais o Vasco. Só faltou sorte na hora de converter o tempo com a bola em boas oportunidades: das suas 17 finalizações, apenas quatro foram em direção ao gol. No segundo tempo, o cansaço tornou-se mais evidente, o que permitiu o Vasco ampliar a vantagem.

Cronologia do jogo
O Vasco abriu o placar aos 26 minutos de jogo com um belo gol do volante Raul, que disparou pelo lado direito, e fez bagunça com a defesa alagoana: pedalou, deu caneta em Luciano Castán e chutou na saída do goleiro João Carlos.

No segundo tempo, o Vasco viu o CSA tentar pressionar, mas conseguiu ampliar o placar graças a duas falhas da defesa alagoana. Após um escanteio alto, o zagueiro Oswaldo Henríquez conseguiu subir mais alto que seus marcadores para marcar o segundo gol do jogo.

Já o terceiro saiu de uma tentativa frustada de corte do lateral Carlinhos. Ele foi se esticar para evitar o toque de Raul, mas acabou empurrando a bola para o próprio gol.

O CSA quase teve um pênalti no fim do jogo, mas o lance foi revisado pelo VAR e o juiz decidiu pela falta fora da área. Após a bola tocada por Carlinhos, Apodi apenas chutou por cima do gol.

CSA (AL) 0x3 Vasco - Campeonato Brasileiro, 32ª rodada - 10/11/2019 às 19h

Estádio Rei Pelé (Maceió - AL)
Árbitro: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Éder Alexandre (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)

CSA (AL): João Carlos; Dawhan (Alisson Safira, 31'/2ºT), Alan Costa, Luciano Castán, Carlinhos; João Vitor, Jean Cléber (Alecsandro, 19'/2ºT), Apodi, Jonatan Gomez, Euller (Warley, 19'/2ºT); Ricardo Bueno. Técnico: Argel Fucks.

Vasco: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Ricardo (Werley, 8'/2ºT), Danilo Barcelos; Richard, Raul, Marcos Júnior (Marquinho, 20'/2ºT); Rossi, Felipe Ferreira (Fredy Guarín, 15'/2ºT) e Ribamar. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Cartões amarelos: Alan Costa, Dawhan e Jonatan Gomez (CSA); Fredy Guarín (VAS)

Cartão vermelho: Jonatan Gomez, 37'/2ºT (CSA)

Gols: Raul, 26'/2ºT (0-1); Oswaldo Henríquez, 21'/2ºT (0-2); Carlinhos, contra, 35'/2ºT (0-3)


Comentários