Prefeitura de Macaé faz reformas para viabilizar liberação do Moarcyrzão

O Macaé espera jogar em casa na Seletiva do Campeonato Carioca. O clube, em conjunto com a Prefeitura do Município do Norte Fluminense, vêm trabalhando para reformar o estádio e, enfim, conseguir a liberação do Estádio para a disputa do Estadual. A expectativa é de que para a fase inicial ele receba 7 mil pessoas e que o número aumente de acordo com o desenrolar da próxima temporada. O presidente do clube, Mirinho, tem expectativas positivas para 2020.

Durante 2019 o Moacyrzão esteve fechado durante boa parte do ano. Não só o Macaé, como o Serra Macaense e as demais equipes da região ficaram impossibilitadas de atuar na praça esportiva. Mirinho detalhou como está sendo feita a reforma do estádio e as melhorias que já estão "prontas" para o próximo ano.

- Estive visitando o Claudio Moacyr e fiquei muito feliz com tudo que vi. Os vestiários estão com pintura nova e ar-condicionado, a prefeitura está atuando com muito afinco para oferecer o melhor, não só para o clube, mas principalmente para o torcedor e a cidade. Até a nossa estreia em casa, o estádio estará liberado e com capacidade para 7 mil torcedores, mas essa capacidade vai subir - prometeu o dirigente, que convocou o torcedor a comparecer na Seletiva.

- Vamos fazer três jogos em casa e isso é importantíssimo, já aproveito para convocar a nossa torcida para novamente transformar o estádio no verdadeiro alçapão que ele sempre foi. Estamos montando um elenco forte para conseguir a vaga na fase principal do Campeonato Carioca. Vamos fechar o grupo com 24 jogadores, sendo 3 goleiros. Já anunciamos o Wellington Júnior, jogador que vejo com capacidade para se tornar um dos grandes nomes do campeonato - disse.

O Macaé estreia no dia 21 de dezembro, contra o America, fora de casa, na Seletiva do Carioca. Os adversário, além do citado, são Americano, Friburguense, Macaé e Nova Iguaçu.

Fonte: FutRio
Foto: Vitor Costa (FutRio)

Comentários