São Paulo derrota o Vasco, quebra jejum e fica mais perto da Libertadores

O São Paulo deu um importante passo para conquistar a vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores. Hoje (28), no Morumbi, o Tricolor derrotou o Vasco por 1 a 0. O resultado serviu também para Fernando Diniz ganhar um fôlego no clube. Afinal, o time paulista acabou com um jejum de quatro partidas sem ganhar no Brasileirão. O gol foi marcado por Antony, ainda no primeiro tempo.

O Tricolor passou a somar 57 pontos, ainda na sexta colocação no nacional. Já os cariocas permanecem com 44, na 12ª posição. Na próxima jornada, o São Paulo vai jogar fora de casa, contra o Grêmio, neste fim de semana. Já o Vasco recebe o Cruzeiro, no São Januário.
 Antony comemora seu gol pelo São Paulo durante partida contra o Vasco no estadio Morumbi - Bruno Ulivieri/AGIF

O time paulista entrou disposto a impor o seu ritmo e não demorou para abrir o placar, com Antony. Na sequência do jogo, o time perdeu um pouco de rendimento, mas conseguiu administrar a vantagem.

Protesto antes mesmo do jogo
A insatisfação de parte da torcida com a diretoria era possível de ser comprovada antes mesmo de a bola rolar. Na porta do Morumbi, 14 pessoas mostraram faixas pedindo mais empenho dos jogadores e com palavras de ordem contra os dirigentes. Mais uma vez, o principal alvo dos questionamentos era o presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Arquibancadas vazias
A chuva e o time que não empolgou nesta temporada fizeram com que as arquibancadas do Morumbi ficassem vazias. No total, 11.970 pessoas acompanharam a partida, que era a penúltima neste ano em casa. Esse foi o público mais baixo do Tricolor em seu estádio neste Brasileirão.

Quem foi bem
Antony chamou a responsabilidade, finalizou bastante e fez um belo gol.

Quem foi mal
Oswaldo Henríquez parecia nervoso e cometeu erros importantes, como no lance do tento de Antony.

Desempenho do São Paulo
Para manter Daniel Alves no meio de campo e não tirar Igor Gomes, Fernando Diniz sacou Liziero e montou uma escalação bastante ofensiva, com Antony, Pablo e Vítor Bueno. O time começou pressionando o rival e sem medo de arrematar. No entanto, com o passar do tempo, a equipe recuou e deixou o adversário dar um pouco de trabalho.

Desempenho do Vasco
Com quatro volantes, o time carioca veio para campo disposto a se defender. No início do confronto, o Vasco foi envolvido pelo São Paulo. Ainda no primeiro tempo, os visitantes equilibraram as ações e até tiveram chances para marcar.

Cronologia do jogo
Logo nos primeiros instantes da partida, o São Paulo já mostrou uma postura ofensiva e criou boas jogadas. Como recompensa, o time abriu o placar aos cinco minutos. Reinaldo cobrou lateral, Oswaldo Henríquez se atrapalhou na hora de afastar e a bola sobrou para Pablo. O atacante serviu Antony, que mandou um belo chute para o fundo das redes.

Mesmo com a vantagem, o Tricolor ainda tinha o domínio e era pressionado apenas nos contragolpes. Aos 11, por exemplo, Reinaldo teve uma boa oportunidade para fazer mais um, mas mandou para fora.

Com o passar do tempo, o time de Fernando Diniz finalizo um pouco menos e recuou mais. O Vasco aproveitou e deu trabalho para Tiago Volpi. Nos contragolpes, o São Paulo também teve algumas chances. No fim da etapa inicial, os cariocas ainda levaram um susto, quando Marcos Júnior caiu desacordado após choque na área. O jogador foi substituído por Ribamar.

O Tricolor voltou disposto a tentar ampliar a vantagem, mas a equipe não tinha tanta facilidade para finalizar. O Vasco, recuado, esperava o adversário e tentava surpreender no contragolpe. Por isso, o jogo ficou um pouco mais truncado. Em uma das investidas cariocas, Volpi salvou a cabeçada de Marrony.

Luxemburgo ainda tentou dar mais força e velocidade para o ataque ao tirar Bruno César e colocar Valdívia, mas o São Paulo ainda teve mais volume de jogo. Daniel Alves, por exemplo, teve boa chance aos 22 minutos, mas não conseguiu converter. Arboleda, aos 33, também ficou perto de marcar o seu, mas a zaga adversária impediu.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO x VASCO
Data: Quinta-feira, 28 de novembro de 2019
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Competição: Campeonato Brasileiro, 35ª rodada
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior (ambos do DF)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Cartões amarelos: Tchê Tchê, Juanfran, Reinaldo, Luan (São Paulo) Marcos Júnior e Raul (Vasco)
Público e renda:11.970 pessoas e R$ 343.649,00
Gol: Antony aos 5 do 1º tempo

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Tchê Tchê (Luan), Daniel Alves e Igor Gomes (Liziero); Antony, Pablo e Vítor Bueno. Técnico: Fernando Diniz.

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Leandro Castan e Henrique; Richard (Felipe Ferreira), Guarín, Raul e Bruno César (Valdívia); Marcos Júnior (Ribamar) e Marrony. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Comentários