Ceres é guerreiro, vira no fim e conquista a Série C do Campeonato Carioca

A imagem pode conter: 37 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas e atividades ao ar livre
A Série C do Campeonato Carioca tem dono. Na tarde deste domingo (01/12), em um grande jogo, o Ceres ficou duas vezes atrás do marcador, mas fez um grande segundo tempo, conseguiu uma virada espetacular e a vitória por 3 a 2 para cima do Campo Grande lhe deu o título da Quartona.

O jogo foi muito disputado, digno de duas equipes que vão estar na Série B2 do Campeonato Carioca do ano que vem. O gol do título já saiu aos 43 minutos, com gol de Michael, que entrou no intervalo e mudou a história da partida, dando o passe para o segundo gol e marcando o terceiro. 
image
Campo Grande vai com vantagem para o intervalo 
Sem dar espaços para o Ceres, o Campo Grande começou pressionando e com um minuto de jogo, Hebert chutou, a bola desviou, mas Léo Flores colocou pela linha de fundo. Mas na cobrança de escanteio, Hebert levantou na área, Mancuso tentou afastar o perigo, mas mandou contra a própria meta e matou o goleiro, fazendo gol contra. 

Sofrer o gol cedo fez o Ceres sair mais para o jogo, mas o Campo Grande teve mais espaço para o contra-ataque. Aos 12 minutos, Fábio Saci serviu Jefferson, que dentro da área e sem marcação, furou e perdeu a chance de ampliar o marcador. Logo depois, foi a vez de Gean Max servir Jefferson, que mais uma vez saiu na cara do goleiro, bateu forte, mas Léo Flores fechou bem o ângulo do atacante e evitou o gol. 

O Campo Grande não ampliou e acabou levando o empate. Em uma cobrança de falta muito venenosa, Matheus Lessa soltou uma bomba de longe e Lucas Lopes, que foi enganado pela curva da bola, não conseguiu fazer a defesa. Mas na bola parada o Campusca voltou a liderar o placar. Michael cobrou falta para a área, Paulo Roberto subiu mais que a defesa do Ceres e fez o segundo do Galo da Zona Oeste, que foi para o intervalo vencendo por 2 a 1.

Ceres luta até o fim, vira o jogo e é campeão
Por muito pouco, o Campo Grande não repetiu o que fez no primeiro tempo e fez um gol logo no começo. Jefferson fez boa jogada pela esquerda, cruzou na segunda trave, Fábio Saci se jogou na bola, mas finalizou para fora. Mas a resposta do Ceres foi rápida e fatal. Walney lançou Michael, que invadiu a área, cruzou para Bento, que bateu sem chances para Lucas Lopes e deixou tudo igual. 

Após o empate do Ceres o jogo ficou muito brigado, com as duas equipes buscando o ataque. Aos 19 minutos, Hebert cobrou falta no ângulo, mas de mão trocada, Léo Flores fez uma defesaça e impediu o gol. Mesmo mostrando muita luta, as duas equipes erravam muitos passes e por isso as chances de gols diminuíram. Mas o gol do Ceres veio no final da partida. 

Aos 43 minutos, Mateus Manhães cobrou falta para a área, Michael apareceu livre dentro da área e cabeceou para o fundo das redes. O Campo Grande tentou pressionar no fim e Hebert obrigou Léo Flores a fazer grande defesa em chute de fora da área. O Ceres se fechou na defesa nós minutos finais e conquistou o título da Série C do Campeonato Carioca. 

Ceres 3x2 Campo Grande - Campeonato Carioca Série C, jogo de volta da final - 01/12/2019 às 15h

Estádio Marrentão (Duque de Caxias - RJ)
Árbitro: Matheus Carneiro Torres
Assistentes: Raphael Carlos de Almeida Tavares dos Reis e Hugo Barreto Facundo de Castro e Silva

Ceres: Léo Flores; Gabriel Lima, Matheus Lessa, Mancuso e Matheus Manhães; Walney, Wander (Michael, intervalo), Davi e Bento (Thiago Capixaba, 23'/2º); Ronald Torres (Geovani, 22'/2ºT) e Ronald. Técnico: Válber Lessa.

Campo Grande: Lucas Lopes; Patrick, Filipe, Paulo Roberto e Michael; Vitor Souza, Wendel e Gean Max (Diego Basílio, 30'/2ºT); Hebert, Jefferson (Gabriel, 40'/2ºT) e Fábio Saci (Cláudio, 43'/2ºT).  Técnico: Vilson Porto.

Cartões amarelos: Davi, Gabriel Lima, Matheus Lessa e Thiago Capixaba (CER); Michael, Paulo Roberto e Vitor Souza (CGR)

Gols: Mancuso (contra), 2'/1ºT (0-1); Matheus Lessa, 32'/1ºT (1-1); Paulo Roberto, 39'/1ºT (1-2); Bento, 9'/2ºT (2-2); Michael, 43'/2ºT (3-2)

Público: 200 pagantes (155 presentes)
Renda: R$ 1.500,00

Fonte: FutRio

Comentários