Copa América 2020: Brasil estreia contra a Venezuela, e Argentina x Chile abre torneio

Resultado de imagem para Copa América 2020
Atual campeão da Copa América, o Brasil tentará defender seu título a partir do próximo dia 14 de junho de 2020, contra a Venezuela, em Cali, na próxima edição do torneio. Em sorteio realizado em Cartagena, na Colômbia, a Conmebol fechou os dois grupos do torneio, que será realizado em solo colombiano e também na Argentina. Uma das seleções convidadas, o Catar estará na mesma chave da Seleção.

O pontapé inicial da próxima Copa América será no estádio Monumental de Núñez, dia 12 de junho, entre Argentina e Chile, seleções que fizeram a final do torneio em 2015 e 2016. As duas equipes também protagonizaram a decisão do terceiro lugar na última edição, no Brasil. A final da competição em 2020 será no dia 12 de julho, no estádio Metropolitano, em Barranquilla, na Colômbia. O Campeonato Brasileiro não vai parar durante o torneio.
A próxima Copa América é uma adequação no calendário. A partir do ano que vem, o torneio passará a ser disputado de quatro em quatro anos, apenas em anos pares, como na Eurocopa. A edição de 2020 ocorrerá, inclusive, no mesmo intervalo do torneio europeu. Portanto, a edição seguinte será apenas em 2024. A Conmebol aproveitará a edição extra da competição para testar o novo formato.

O técnico Tite não esteve presente no sorteio. Coordenador de Seleções da CBF, Juninho foi o representante da seleção brasileira e participou da cerimônia ao levar a taça da Copa América ao palco. Além dele, também viajou para a Colômbia o auxiliar técnico César Sampaio.

– É uma competição difícil, temos que valorizar muito. Já começamos a Copa América. Os quatro jogos são no ano que vem, mas o trabalho da logística já tem início hoje. Vamos viajar pela Colômbia e com certeza seremos bem recebidos em todas essas cidades – disse Juninho, em entrevista ao site oficial da CBF.

A cerimônia em Cartagena contou com as participações do ex-goleiro Mondragon e o ex-zagueiro Yepes, ambos colombianos, e o ex-zagueiro Oscar Ruggeri, último capitão a erguer um troféu oficial pela Argentina, na Copa América de 1993. O evento também apresentou a bola e o mascote oficial do torneio, que se chama Pibe e homenageia os vários cachorros que invadem os campos pela América do Sul.
Juninho Paulista, coordenador de Seleções da CBF, esteve no sorteio, como representante do campeão vigente — Foto: Luisa González/Reuters
O formato do torneio
As seis seleções de cada grupo se enfrentam em turno único. Os quatro melhores de cada chave avançam para a fase de mata-mata, com quartas de final, semifinal e final. Com isso, as equipes farão dois jogos a mais na primeira fase: cinco, em vez de três no antigo modelo.

Quem avançar à semifinal terminará com oito partidas, mais do que os atuais seis da Copa América e os sete da copa do Mundo. A competição passará de 26 jogos, como na edição do Brasil, em 2019, para 38 em 2020.
Diretor de Competições de Seleções da Conmebol, Hugo Figueredo, mostra o nome do Brasil no sorteio — Foto: Luisa González/Reuters
A final da Copa América 2020 e a decisão do terceiro lugar serão na Colômbia. A decisão será no Estádio Metropolitano de Barranquilla. Portanto, se chegar à final, a Argentina, que é uma das anfitriãs do torneio, poderá decidir fora de casa.

Os jogos das quartas de final e da semifinal estão divididos assim:

Na Argentina:
1º do Grupo A x 4º do Grupo B (Monumental, Buenos Aires)
2º do Grupo A x 3º do Grupo B (Ciudad de La Plata, La Plata)
Os vencedores fazem uma das semifinais, também na Argentina (Mario Kempes, Córdoba)

Na Colômbia:
1º do Grupo B x 4º do Grupo A (Metropolitano, Barranquilla)
2º do Grupo B x 3º do Grupo A (Pascual Guerrero, Cali)

Os vencedores fazem a outra semifinal, também na Colômbia (Atanasio Girardot, Medellín)

A divisão na segunda fase abre a possibilidade para Argentina e Colômbia jogarem suas partidas decisivas longe de casa, caso terminem em terceiro ou quarto em suas chaves. O Brasil fará toda a competição na Colômbia apenas em primeiro ou segundo do seu grupo.

Argentina vai inaugurar estádio
O evento também confirmou os nove estádios que receberão jogos da Copa América de 2020: cinco na Argentina e quatro na Colômbia. Um deles sediará apenas uma partida em toda a competição: o Estádio Único de Santiago del Estero, que ainda está em construção, terá capacidade para 28 mil torcedores e promete ser o mais moderno do país.

A arena chegou a ser anunciada pela Associação do Futebol Argentino em julho. No entanto, diante dos atrasos nas obras, o Bicentenario, em San Juan, surgiu como opção. Mas, nesta terça, o local, que fica no Norte da Argentina, foi confirmado. A única partida no estádio será entre Uruguai e Paraguai, no dia 30 de junho de 2020.

Os nove estádios da Copa América 2020:

Na Argentina:
Malvinas Argentinas (Mendoza): capacidade para 38,5 mil pessoas
Mario Alberto Kempes (Córdoba): capacidade para 57 mil pessoas
Estadio Único (Santiago del Estero): capacidade para 25 mil pessoas
Monumental (Buenos Aires): capacidade para 66.269 pessoas
Estadio Ciudad de La Plata (La Plata): capacidade para 43.289 pessoas

Na Colômbia:
Atanasio Girardot (Medellín): capacidade para 45.175 pessoas
Pascual Guerrero (Cali): capacidade para 49.828 pessoas
Metropolitano (Barranquilla): capacidade para 46.817 pessoas
El Campín (Bogotá): capacidade para 34.498 pessoas

Comentários