Fla passeia no Allianz, faz 3 a 1 no Palmeiras e aumenta pressão sobre Mano

Gabigol comemora gol marcado contra o Palmeiras, no Allianz Parque - Bruno Ulivieri/AGIF
Mesmo jogando fora de casa e sem a presença da torcida, o Flamengo confirmou o favoritismo e derrotou o Palmeiras com tranquilidade. Hoje, no Allianz Parque, em São Paulo, o campeão do Brasileiro dominou as ações desde o início do confronto e ganhou do Alviverde por 3 a 1. Ainda no primeiro tempo, Arrascaeta e Gabigol marcaram. Na etapa final, o artilheiro do nacional fez outro. Matheus Fernandes descontou. Irritado, o público vaiou bastante a equipe, a diretoria e o técnico Mano Menezes, que completou cinco jogos sem vencer e ficou bastante pressionado.

Com o título já garantido, o Flamengo apenas cumpre tabela nas últimas rodadas. Com o resultado desta tarde, o time passou a somar 87 pontos na tabela. Já o Palmeiras também está garantido na fase de grupos da Copa Libertadores e não tem grandes pretensões. A equipe se mantém com 68 pontos, na terceira posição. Na próxima jornada, o Rubro-negro recebe o rebaixado Avaí, no Maracanã, na quinta-feira. No mesmo dia, em Campinas, os paulistas encaram o Goiás.

Nervoso, o Palmeiras foi dominado durante a maior parte do jogo. O Flamengo, avassalador, já fez dois gols no primeiro tempo. Na etapa final, logo no começo, Gabigol fez mais um. Depois, os cariocas diminuíram o ritmo, e permitiram um esboço de reação e o tento de honra dos anfitriões.

Rivalidade e torcida única
O clima era quente entre as duas equipes antes mesmo de a bola rolar. Campeões nacionais e da Libertadores, os rubro-negros provocaram os alviverdes durante os festejos, ao cantarem "o Palmeiras não tem mundial". Como consequência, o Ministério Público de São Paulo determinou partida com torcida única, medida criticada pelos cariocas.

Filho de Felipe Melo na concentração do Flamengo
Uma foto chamou a atenção nas redes sociais. Gabigol postou a imagem de filho de Felipe Melo na concentração do Flamengo. No entanto, o garoto havia ido para o hotel com o tio (irmão do volante palmeirense). A ideia da dupla era encontrar um funcionário do clube Rubro-negro que é bastante amigo da família. Como conhecia o atacante do time carioca, a foto foi tirada.

Gentileza
Gentilmente, o treinador do Palmeiras, Mano Menezes, veio ao vestiário do Flamengo para parabenizar o técnico Jorge Jesus e o clube pelos títulos da Libertadores e do Brasileiro.

O técnico do Palmeiras, Mano Menezes, fez questão de ir ao vestiário do Flamengo para cumprimentar o português Jorge Jesus. A atitude do comandante alviverde foi bastante elogiada pelos cariocas.

Quem foi bem do Palmeiras
Mesmo sofrendo gols, Jaílson fez diversas defesas importantes.

Quem foi bem do Flamengo
Quase todo o time carioca foi muito bem, mas Vitinho foi o responsável por criar boa parte das jogadas.

Quem foi mal do Palmeiras
Vitor Hugo falhou feio no primeiro e no terceiro gol, errou diversos passes e comprometeu o desempenho da equipe.

Quem foi mal do Flamengo
Rafinha parecia mais preocupado em reclamar do que em jogar bola em alguns momentos da partida.

Desempenho do Palmeiras
Mesmo em casa, o Alviverde se apequenou. O time foi completamente dominado pelo Flamengo e não tomava as decisões certas quando chegava ao ataque.

Desempenho do Flamengo
Tranquilo, o time carioca soube aproveitar o nervosismo e os vacilos do adversário. Preciso, o Flamengo passeou no Allianz Parque.

Cronologia do jogo
A partida começou em ritmo acelerado. Dudu tentou surpreender o goleiro adversário e arriscou um chute logo no início. O Flamengo, por sua vez, aproveitou o vacilo de marcação palmeirense e abriu o placar ainda aos 3 minutos. Gabriel recebeu sozinho e tocou para Arrascaeta, que só mandou para o fundo das redes. O árbitro anotou impedimento, mas depois de rever o lance, confirmou o gol rubro-negro.

Em desvantagem, o Palmeiras buscou o empate e partiu para o ataque. No entanto, a equipe errava na hora de dar o último passe ou faltava um pouco mais de capricho na finalização. O Flamengo, nos contragolpes, levou perigo, como em cabeçada de Vitinho aos 32, com defesa incrível de Jaílson.

No finalzinho do primeiro tempo, os cariocas ampliaram. Aos 46, Gabigol recebeu na área e bateu sem chance para o arqueiro. O atacante ainda comemorou no local onde ficaria o público visitante. Irritada com o placar, a torcida carioca começou a xingar o técnico Mano Menezes e a chamar o time de "sem vergonha".

Outro fato que chamou a atenção foi a comemoração de dois flamenguistas, que estavam infiltrados no estádio. A atitude gerou revolta de alguns palmeirenses, que tentaram agredi-los. A Polícia Militar retirou os rubro-negros do local.

No início da segunda etapa, o Flamengo não diminuiu o ritmo e ampliou. Vítor Hugo errou mais uma vez a saída de bola, Gabigol não perdoou e acertou um belo chute. O atacante celebrou o gol bem na frente da torcida rival. No restante do jogo, os cariocas passaram a administrar mais o resultado e permitiram a reação, como no chute de Bruno Henrique que parou na trave ou no tento anulado de Willian, que estava impedido. Perto do fim, o Palmeiras fez o seu com Matheus Fernandes, que recebeu na área e mandou para o gol.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 3 FLAMENGO

Data: 1/12/2019
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Cartões amarelos: Rafinha e Vitinho (Flamengo)

Cartões vermelhos: não houve

Gols: Arrascaeta aos 3 minutos e Gabigol aos 46 do primeiro tempo; Gabigol aos 2 minutos e Matheus Fernandes (PAL) aos 38 da segunda etapa.

Público e renda: 22.219 e R$ 1.291.119,45

Palmeiras

Jaílson; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Matheus Fernandes), Bruno Henrique, Lucas Lima (Willian) e Ramires (Gustavo Scarpa); Dudu e Luiz Adriano. Técnico: Mano Menezes

Flamengo

Diego Alves; Rafinha (Rodinei), Rodrigo Caio, Rhodolfo e Filipe Luis; Arão, Gerson, Arrascaeta e Vitinho (Piris da Motta); Bruno Henrique (Diego) e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus

Comentários