Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Dependendo apenas de si para entrar na fase principal, Americano enfrenta um Friburguense motivado


O Americano depende apenas de si para conseguir a classificação à fase principal do Campeonato Carioca. O time bateu o Macaé por 1 a 0 na tarde desta quarta-feira (9). O autor do gol foi novamente Cláudio Maradona. Ainda em início de temporada, o atleta evoluiu em questões técnicas e novamente foi protagonista em um resultado positivo da equipe alvinegra.

O tento de Maradona aconteceu no final do jogo e seguindo à risca o que este time de Josué Teixeira se tornou nos últimos anos: uma equipe pragmática. O ponto, inclusive, foi o que fez Maradona trabalhar mais, já que contra o America ele teve chances de matar o jogo e não conseguiu. As falhas foram os quesitos motivadores para o atleta aumentar a carga de trabalho.

- Graça a Deus a gente está conseguindo fazer os gols. Antes a gente tinha muitas oportunidades. Inclusive, eu contra o America perdi dois gols inacreditáveis. Eu venho me cobrando a todo tempo. Procuro sempre estar trabalhando finalização durante a semana para melhorar. Hoje não foi diferente. Deus viu meu esforço e conseguimos o resultado - disse o jogador à FERJ.

Cascudo, atacante afasta oba-oba
A vida do Americano é fácil na teoria. Mas só na teoria. O time encara o já eliminado Friburguense, na Serra. A projeção natural seria de um time adversário sem tanta motivação. Maradona afasta esta hipótese e quer atenção mais que redobrada, já que o America, adversário na luta pela última vaga à fase principal, perdeu pontos diante do rival.

- Cara, ainda não tem nada definido. Temos um jogo importantíssimo no sábado contra o Friburguense. Sabemos que eles não brigam mais, mas futebol tem dessas coisas. Se parar para ficar exemplos, vou ficar aqui até amanhã. Então é chegar lá, buscar um bom resultado, jogar bem, procurar o gol a todo minuto que vamos chegar ao resultado positivo - concluiu, também à FERJ.

FRIBURGUENSE NÃO QUER TER A PIOR CAMPANHA DE UMA SELETIVA
Se os resultados ainda não aconteceram para o Friburguense na Seletiva do Campeonato Carioca, a produção da equipe em campo melhorou. Na tarde desta quarta-feira (8) no Eduardo Guinle, o Tricolor da Serra teve uma boa atuação, mas parou em Deola e acabou ficando no 0 a 0 com o America. Bruno Leal elogiou a postura do Frizão.

- Fomos melhores no segundo tempo, o Deola foi o melhor jogador do América. Acho que merecíamos sair com a vitória. Mas o adversário também tem um time guerreiro. Agora temos que dar continuidade ao trabalho para conseguir vitórias - disse o zagueiro.

Mesmo sem chances de classificação, o Friburguense vai buscar não ter a pior campanha de uma Seletiva. Essa marca é do Bonsucesso, em 2017, quando fez apenas dois pontos nas cinco partidas e teve um saldo de menos seis gols. Atualmente, o Tricolor da Serra tem apenas um ponto e menos cinco de saldo.

O Americano encerra sua participação na Seletiva neste sábado, dia 11 de janeiro, às 15h, no Eduardo Guinle, contra o Friburguense.

Comentários