Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Em coletiva de despedida, Josué Teixeira fala de sua passagem pelo Americano

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e atividades ao ar livre
Na tarde desta segunda-feira, em um hotel da cidade de Campos, o ex-treinador do Americano, Josué Teixeira deu uma coletiva sobre o período de 23 meses que comandou o clube, tanto como treinador como gestor de futebol.

Pelo Americano Josué Teixeira conquistou a Copa Rio 2018, título inédito na história do clube e vaga na Copa do Brasil. Conquistou a Taça Santos Dumont (1° turno da Série B1 2018) e o vice-campeonato do Estadual Série B1 2018, conseguindo o acesso à Série A do Estadual 2019. Durante a Série B1 atingiu a marca histórica de 12 jogos invictos e 11 vitórias consecutivas. 
A imagem pode conter: 1 pessoa
Conquistou a vaga para Taça Guanabara e Taça Rio em 2019 com o 2° lugar na Primeira Fase do Estadual. Participou da expansão das escolinhas do clube pelo Estado do Rio de Janeiro. Firmou parcerias com as divisões de base do Flamengo e do Vasco. Sob o seu comando em 67 jogos o Americano obteve 33 vitórias, 13 empates e 21 derrotas.

*COLETIVA*

Em 2018 quando cheguei eram muitas as dificuldades, hoje nós vamos deixar o CT com todo material de Treinamento, bolas no saco ainda guardadas que se quer cheguei a usar. Quando cheguei não tinha dinheiro no clube para pagar o meu salário para pagar dívidas de administrações passadas, sete meses de salário atrasado uma parte do meu sacrifício, inclusive. E ainda ouvi que eu tinha que largar o osso. Eu botei dinheiro meu para funcionário ficar em dia. Eu tirei do meu bolso para pagar o salário dos funcionários para que Americano não tivesse uma repercussão negativa. Mesmo assim ouço comentários maldosos de pessoas que vão para arquibancada para usar a arquibancada pra política, o que não ajuda em nada, não acrescenta em nada nesse processo.

O Centro de Treinamento é totalmente organizado, totalmente administrado. Fizemos um espaço novo lá na área da churrasqueira inclusive um pré-candidato a Presidente do Clube se ofereceu várias vezes para ajudar em alguma coisa, mas nunca ajudou em nada, nem um palito de fósforo. 

Não tem como pontuar as pessoas as pessoas. Não existe mau caráter, você tem ou você não tem, eu felizmente tenho. O presidente Carlos Abreu é uma pessoa digna, honesta. Eu acho que Americano vai perder muito se ele sair do clube. Acho que essas pessoas que se dizem Americano, precisam tipo fazer uma força-tarefa e tentar segurar  ele mais tempo possível no clube.

Então eu acho que esse meu "filho" de 22 meses teve muito mais coisas positivas, tem a categoria de base em parceria com o Flamengo. No Vasco tem jogadores, no Grêmio tudo percentual para Americano. 

O Americano não vai ser rebaixado, tem condição disso. O presidente não queri que eu saísse, ele conversou comigo foi muito claro, mas não dá. Eu não posso ir para um jogo importante como esse e não ter ninguém na direção, então tem coisas que a gente tem que levar o limite, não dá mais.

Com apenas um ponto somado em dois jogos, o Americano é o lanterna do Grupo X, levando desvantagem em relação ao Nova Iguaçu pelo saldo de gols (-4 contra -1).

O nome do novo treinador deve ser anunciado ainda nessa terça-feira (28/01).

Comentários