Pular para o conteúdo principal

Anúncios

João Carlos marca nos acréscimos e Voltaço derrota Bangu em Moça Bonita

Uma vitória na marra. Assim pode-se definir o triunfo do Volta Redonda na tarde desta quarta-feira (29) em Moça Bonita. Durante quase toda parte do jogo, o Esquadrão de Aço ficou mais na defesa, mas aos 47 minutos do segundo tempo, João Carlos marcou de pênalti e fez o Voltaço derrotar o Bangu por 1 a 0, e chegou a nove pontos na classificação. O Alvirrubro segue sem vencer. 

Na quinta rodada, o Bangu volta a campo primeiro, já no sábado (01/02), quando vai encarar o Madureira, às 16h, no Estádio Aniceto Moscoso. Já o Volta Redonda só vai jogar na segunda, quando receberá a Portuguesa, às 18h, no Raulino de Oliveira.

Bangu pressiona, mas para em Douglas Borges 
A primeira chance da partida aconteceu logo aos quatro minutos, em uma bomba de Rodrigo Yuri da entrada da área, que Douglas Borges fez uma defesaça e impediu o gol do Bangu. O jogo era bem corrido nos primeiros minutos, com as duas equipes buscando o ataque, mas cometendo erros no arremate final, onde os jogadores arriscavam chutes da entrada da área, mas erravam o alvo.

Após a parada técnica, o Bangu quase abriu o marcador. Juliano achou Rocha na direita, o atacante avançou, cruzou para Mariano, que tirou do goleiro, mas Heitor, já caindo, colocou o pé esquerdo na bola e salvou em cima da linha. Ainda na primeira etapa, Eduardo Allax tirou Raul e colocou Andrey em campo. O lateral já entrou cobrando uma falta e dando trabalho para Douglas Borges, que espalmou pela linha de fundo. 

Dominando a partida, o Bangu assustou novamente aos 40 minutos. Rocha recebeu na frente, ganhou de Bruno Barra na velocidade, bateu cruzado, mas com a ponta dos dedos, Douglas Borges fez uma grande defesa e colocou pela linha de fundo.  Apesar do domínio alvirrubro, sempre muito insicivo no ataque, o primeiro tempo acabou sem gols. 

João Carlos marca nos acréscimos e dá vitória ao Volta Redonda
Na volta do intervalo, o Bangu seguiu dominando o jogo, mas estava pecando no último passe. O Volta Redonda procurava jogar nos contra-ataques, mas não conseguia criar jogadas de perigo. A primeira chance do Esquadrão de Aço só foi assustar aos 16 minutos da segunda etapa. Marcelo levantou na área, Matheus Inácio afastou de soco, mas Luiz Paulo pegou o rebote, bateu de primeira, mas a bola passou rente ao travessão e foi para fora. 

Após a parada técnica, Rocha cruzou da direita, Douglas Borges tocou na bola, mas o rebote ficou com Alex Chander, que bateu de primeira, mas Oliveira se jogou na frente da bola e evitou o gol. Na resposta, o Volta Redonda marcou em um bonito chute de Pedrinho, mas o atacante havia dominado a bola no braço e o árbitro marcou a falta. Aos 34 minutos, Andrey cruzou para a área e livre de marcação, Robert finalizou por cima da meta. 

Na reta final, o Volta Redonda assustou em arremate de Marquinho da entrada da área, mas a bola passou rente ao travessão e foi para fora. E nós acréscimos veio o que o Esquadrão de Aço buscou o jogo inteiro. Em contra-ataque, Paulo Vitor recebeu na esquerda, invadiu a área, foi derrubado por Andrey e o árbitro marcou pênalti. João Carlos deslocou o goleiro e deu a vitória ao Voltaço. 

Bangu 0x1 Volta Redonda - Campeonato Carioca, Taça Guanabara, 4ª rodada - 29/01/2020 às 16h

Estádio Moça Bonita (Rio de Janeiro - RJ)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistente: Carlos Henrique Cardoso de Souza e Thiago Gomes Magalhães

Bangu: Matheus Inácio; Raul (Andrey, 29'/2ºT), Michel, Rodrigo Lobão e Dieyson; Sidney (Robert, 22'/2ºT), Rodrigo Yuri, Juliano (Juan Felipe, 30'/2ºT) e Alex Chander; Rocha e Mariano. Técnico: Eduardo Allax.

Volta Redonda: Douglas; Oliveira, Heitor, Daniel e Luiz Paulo (Maicon, 42'/2ºT); Bruno Barra, Marcelo e Bernardo (Marquinho, 13'/2ºT); Pedrinho, João Carlos e Saulo Mineiro. Técnico: Luizinho Vieira.

Cartões amarelos: Mariano, Rodrigo Yuri e Sidney (BAN); Daniel Felipe e Oliveira (VOL)

Gol: João Carlos, 47'/2ºT (0-1)

Fonte: FutRio

Comentários