Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Vasco mira confronto contra o Náutico pela Copinha


Os Meninos da Colina avançaram com a liderança do Grupo 19 na Copa São Paulo. Na última sexta-feira (10/1), o Vasco derrotou o Itapirense-SP por 3 a 0, Estádio Cel. Francisco Vieira, e terminou a primeira fase invicto, com duas vitórias e um empate. Um dos destaques da campanha, o capitão Miranda falou sobre a atuação segura do Cruzmaltino e analisou o desempenho nos primeiros jogos.

“Nós encaramos essa primeira fase com muita disciplina. Conseguimos mostrar nossa força na estreia, no jogo seguinte nós não conseguimos praticar aquilo que vinhamos fazendo. Foi bem parecido com o ano passado. Começamos bem, tivemos uma dificuldade na segunda partida e decidimos com o time da casa. Diante do Itapirense nós conseguimos impor nosso estilo de jogo e saímos vitoriosos – disse o camisa 4.

Apesar de ser zagueiro, Miranda é um dos artilheiros do Vasco na competição. O jogador é o cobrador oficial de pênaltis da equipe e converteu as duas oportunidades que teve. Ele ressaltou que o trabalho dele é evitar e não fazer gols, mas explicou a importância de deixar sua marca de forma positiva.

“É importante. Sempre bom deixar sua marca. Fazer gols não é minha prioridade, mas fico feliz em deixar minha marca. Como falei antes, sempre chamo os goleiros nos treinos para conversar, treinar um pouco a batida de pênalti e graças a Deus estou conseguindo fazer os gols – explica o capitão, antes de falar sobre a preparação para o confronto da segunda fase, que já passa a ser eliminatório, domingo (12/1), diante do Náutico:

“A preparação vai ser positiva. Se conseguirmos impor nosso ritmo e nosso estilo de jogo, nós sairemos vitoriosos. Ficar em Itapira é um ponto favorável pra gente, por já conhecermos o campo. Eles ainda terão que vir pra cá, ver campo, hotel, toda uma logística. Acho que tiramos um pouco de vantagem nisso. Vai ser um jogo muito bom.

AGRADECIMENTO A ABEL E FOCO NA COPINHA
Para 2020, o elenco profissional do Vasco vai apostar muito nos Meninos da Colina. A pré-temporada no CT do Almirante já conta com vários jogadores formados nas categorias de base do Gigante e o técnico Abel Braga está de olho na Copinha para chamar mais alguns jogadores. Um que já foi citado pelo comandante é o zagueiro Miranda, que agradeceu ao chefe, mas reforçou que o foco agora está totalmente no Sub-20.

“Fico feliz pelo Abel Braga ter falado o meu nome, mas minha primeira obrigação é aqui. Minha cabeça está focada para a Copinha. Agradeço por ser lembrado, mas espero fazer um grande campeonato, ser campeão e igual ao ano passado, chegar na final, só que dessa vez terminar com o título – finalizou.

Além de Vasco e Náutico, participaram da primeira fase 125 times divididos em 32, que jogam entre si, dentro do grupo em turno único. Os critérios de desempate são, pela ordem, maior número de vitórias, maior saldo de gols, maior número de gols marcados, menor número de cartões vermelhos, menor número de cartões amarelos, confronto direto quando o empate for de apenas dois times, e, por fim, sorteio público na sede da Federação Paulista de Futebol.

A partir da segunda fase da competição, os 64 classificados passam a se enfrentar em eliminatória simples até a final, marcada para o dia 25 de janeiro, data do aniversário da capital paulista, no estádio do Pacaembu. O Corinthians é o maior vencedor da Copa São Paulo de Futebol Júnior com dez taças. O Fluminense, com cinco, é o segundo que tem mais taças, mas não leva o campeonato desde 1989. O atual campeão São Paulo é o terceiro maior vencedor com quatro canecos.

Comentários