Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Volta Redonda massacra Cabofriense e vence a segunda seguida no Carioca

Imagem
Extremamente fácil. Em ritmo de treino, o Volta Redonda não tomou conhecimento da Cabofriense e venceu o adversário por 4 a 0 no Estádio Raulino de Oliveira. João Carlos (duas vezes), Pedrinho e Bruno Barra marcaram os gols do confronto desta quarta-feira (22), válido pela segunda rodada da Taça Guanabara. O Voltaço, desta forma, manteve os 100% de aproveitamento, enquanto o time da Região dos Lagos sequer pontuou.

As equipes voltam a campo no próximo fim de semana: a Cabofriense recebe o Madureira, sábado (25), às 16h, no Alair Corrêa, em Cabo Frio, fazendo a primeira partida dentro de casa. Já o Volta Redonda será visitante pela primeira vez: no mesmo dia e horário, encara o Flamengo no Maracanã.

Voltaço é dominante desde o primeiro minuto
A palavra "massacre", aliás, diz bem o que foi o jogo. Desde o primeiro minuto, o Volta Redonda tomou completamente a iniciativa da partida, comandou as ações e obrigou o goleiro George a realizar inúmeras defesas difíceis antes mesmo da parada técnica. Marcelo e Pedrinho (duas vezes) tiveram boas chances, mas pararam no arqueiro tricolor, grande nome do primeiro tempo.

No entanto, a situação dos visitantes piorou ainda mais aos 23 minutos. O volante Gama, que tinha recebido cartão amarelo por parar um contra-ataque pouco antes da parada técnica, fez falta em Marcelo no centro do gramado e recebeu a segunda advertência, sendo expulso.

Se com os dois times completos já estava difícil, com um a menos a Cabofriense foi simplesmente envolvida pelo Voltaço. O gol, que estava maduro, enfim saiu aos 34 minutos, quando Oliveira fez boa jogada pela direita e cruzou para Pedrinho finalizar da entrada da grande área.

Na segunda etapa, a Cabofriense até tentou se organizar e conseguiu assustar nos primeiros minutos. Não contava, entretanto, com um balde de água fria logo aos 18, quando vivia o melhor momento na partida. Após contra-ataque, Luiz Paulo cruzou da esquerda e Bruno Barra completou para ampliar.

O segundo gol praticamente matou o jogo. No entanto, o Voltaço ainda conseguiu construir mais dois. Aos 36, João Carlos aproveitou cruzamento rasteiro e fez o terceiro. E três minutos depois Maicon foi derrubado na área. Pênalti que João Carlos bateu e deu números finais ao jogo: Volta Redonda 4, Cabofriense 0.


Volta Redonda x Cabofriense - Taça Guanabara, 2ª rodada - 22/01/2020 às 16h

Estádio Raulino de Oliveira (Volta Redonda-RJ)
Árbitro: Rafael Martins de Sá
Assistentes: Marcus Vinicius Brandão e Thiago Rosa Esposito

Volta Redonda: Douglas Borges; Oliveira (Maicon, 22'/2ºT), Heitor, Daniel Felipe e Luiz Paulo; Bruno Barra, Wallisson, Marcelo (João Vitor, 30'/2ºT) e Bernardo (Saulo Mineiro, 16'/2ºT); Pedrinho e João Carlos. Técnico: Luizinho Vieira.

Cabofriense: George; Watson (Rincón, 28'/2ºT), Anderson Penna, Igor e Guilherme; Magno, Gama e Índio (Nick, intervalo); Abner, Rafael Pernão (Feitosa, intervalo) e Max. Técnico: Alfredo Sampaio.

Cartões amarelos: Bernardo, Wallisson e Saulo Mineiro (VOL); Gama (CAB)

Cartão vermelho: Gama, 23'/1ºT (CAB)

Gols: Pedrinho, 34'/1ºT (1-0); Bruno Barra, 18'/2ºT (2-0); João Carlos, 35'/2ºT (3-0); João Carlos, 39'/2ºT (4-0)

Fonte: FutRio

Comentários