Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Volta Redonda X Cabofriense: confronto será nesta quarta às 16 horas


A vitória sobre o Botafogo na estreia da Taça Guanabara fez, de acordo com a avaliação de Luizinho Vieira, com que o sarrafo aumentasse no Voltaço. A expectativa e o grau de cobrança terão como parâmetro esta apresentação. Por isso a concentração é redobrada para a partida contra a Cabofriense, nesta quarta-feira (22), em casa, pela sequência da competição.

Contra o Botafogo, conforme o próprio técnico observou, o time conseguiu controlar as ações, não levou sustos e ainda criou bastante - podendo ter um placar mais elástico do que o 1 a 0 do apito final. Luizinho Vieira acredita que o time ainda pode melhorar, mas o grau mínimo de exigência é este duelo contra o Alvinegro.

- A vitória traz alguns fatores importantes, mas o maior deles é que a gente vem crescendo durante as últimas semanas. E o jogo do Botafogo mostrou isso. A evolução na concepção de alguns pontos que a gente cobrou muito na pré-temporada. Fico feliz pelo entendimento e a entrega dos atletas em um início sempre difícil contra uma equipe como o Botafogo - disse, completando.

- É enaltecer o trabalho dos atletas. Mas agora, principalmente, também a gente colocou o sarrafo em um nível de poder automaticamente cobrar esse rendimento dos atletas e não deixar cair. Temos mais um jogo importante em casa, manter o nível competitivo. Ter um time chato que possa brigar muito pela posse de bola e estar brigando pelas vitórias - afirmou.

CABOFRIENSE
A Cabofriense busca recuperar os pontos perdidos dentro de casa, na estreia da Taça Guanabara, agora como visitante diante do Volta Redonda no Raulino de Oliveira. A equipe perdeu o primeiro duelo por 1 a 0. O goleiro George, referência do clube, garante uma evolução em termos de produtividade em relação à este compromisso do Elcyr Resende.

Este confronto com o Fluminense poderia ter terminado de maneira diferente, já que Max teve uma chance sem goleiro, mas acabou desperdiçando, acertando o zagueiro Luccas Claro, que se atirou na bola em cima da linha. Outras oportunidades aconteceram, como no lance em que o goleiro Marcos Felipe fez defesa sensacional em um chute de fora da área.

O placar não abateu o time, que reconheceu o poderio das peças que o Fluminense tinha à disposição. A meta agora é somar pontos e evoluir em questões de jogo, como revela o camisa 1 do time de Cabo Frio.

- A gente sabe que pode produzir muito mais ainda. É só o início da competição. E para os planos e desejos da competição, a gente sabe que vai crescer muito. Temos esse jogo quarta-feira (22), já. É virar a chave. O Volta Redonda é um grande adversário também, mas a gente tem que buscar a vitória lá no Raulino. Vai ser um jogo difícil, ainda mais depois da apresentação do domingo (19) - disse, completando.

A partida entre Volta Redonda e Cabofriense acontece às 16h da próxima quarta-feira, dia 22 de janeiro, no Raulino de Oliveira. 

Comentários