Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Com Nenê inspirado, Flu vence Botafogo e define semis. Valentim balança

Imagem
Quem ainda tem preconceito com os 38 anos de Nenê talvez possa rever seus conceitos após o clássico de hoje no Maracanã (8). Jogando o fino da bola, o meia fez dois golaços e comandou a vitória do Fluminense por 3 a 0 sobre o Botafogo pela Taça Guanabara. O outro foi do estreante Wellington Silva. De quebra, o técnico alvinegro Alberto Valentim ficou na corda bamba.

O resultado deixou definido o cruzamento do Tricolor com o rival Flamengo na semifinal, em jogo que acontecerá na próxima quarta-feira (12). Na outra chave se enfrentam Boavista e Volta Redonda. O Botafogo e o Vasco são os grandes que foram eliminados na fase de grupos.
Muito pressionado
Alberto Valentim já vinha sendo criticado em rodadas anteriores. No desembarque do reforço Honda e também na apresentação do meia japonês, o treinador foi lembrado e a torcida pediu sua saída. No clássico de hoje, o técnico foi xingado nos dois tempos. A situação se tornou complicada.

Melhor campanha
Com a vitória sobre o Botafogo, o Fluminense carimbou o rótulo de melhor campanha da fase de grupos da Taça Guanabara com 15 pontos conquistados. Foram cinco vitórias e uma derrota.
O melhor - Nenê
Dessa vez ficou fácil escolher o melhor em campo. Alguém duvida que o título é do experiente Nenê? Dois golaços e uma maestria para comandar o meio de campo tricolor, provando que seus 38 anos não são problema.

O pior - Defesa do Botafogo
Um horror! Principalmente o setor esquerdo. O lateral-esquerdo Danilo Barcelos, ex-Vasco, por exemplo, sofreu dois gols por seu lado. Os zagueiros também não se encontraram em campo e, no terceiro tento, assistiram passivamente a troca de passes.
Golaços de Nenê
Nenê assinou duas pinturas no Maracanã. A primeira, aos 9 minutos da etapa inicial, quando Gilberto foi à linha de fundo, cruzou e Nenê pegou de primeira, no ângulo. Que golaço!

O outro foi aos 19 do primeiro tempo, quando Wellington Silva tocou para o meia, que dominou e deu sua conhecida "chapada no canto".

No segundo tempo ele foi substituído por Paulo Henrique Ganso.
Reestreia com pé direito
Quem fez sua reestreia com pé direito no Fluminense foi o atacante Wellington Silva, que deu uma assistência e deixou o dele, o terceiro do Fluminense.

Honda na área
O meia japonês Honda, reforço do Botafogo, esteve no Maracanã na tarde de hoje (9), para acompanhar o clássico entre o time alvinegro e o Fluminense. O jogador chegou com a partida em andamento, quando o Tricolor já vencia por 2 a 0.

Na tribuna de honra do estádio, o jogador presenciou o terceiro gol do rival, marcado por Wellington Silva, e ainda viu mais um do adversário, feito por Evanilson, mas que foi anulado após checagem do VAR, que constatou impedimento.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3 X 0 BOTAFOGO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Data: 09 de fevereiro de 2020, domingo
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda
Assistentes: Carlos Henrique Cardoso de Souza e Diego Luiz Couto Barcelos
Cartões amarelo: Igor Cássio (Botafogo)
Gols: Nenê, do Fluminense, aos nove minutos do primeiro tempo; Nenê, aos 19 minutos do primeiro tempo; Wellington Silva, aos 37 minutos do primeiro tempo

Fluminense: Muriel, Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique, Yuri (Fernando Pacheco) e Nenê (Ganso); Wellington Silva (Caio Paulista), Marcos Paulo e Evanilson
Técnico: Odair Helmann

Botafogo: Gatito, Federico Barrandeguy (Thiaguinho), Marcelo Benevenuto, Cali e Danilo Barcelos; Cícero (Igor Cássio), Caio Alexandre (Alex Santana), Baruno Nazário, Warley, Luis Henrique e Pedro Raúl
Técnico: Alberto Valentim

Comentários