Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Em jogo nervoso, Fluminense empata com Unión La Calera no Maracanã

Fluminense x Unión La Calera - Miguel
Em jogo nervoso e com muitas faltas, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Unión La Calera, no Maracanã, na noite desta terça-feira, e viu a equipe chilena sair com um bom resultado na partida de ida da Sul-Americana. Evanílson marcou o gol tricolor, e Castellani descontou para os visitantes.

O Fluminense volta ao gramados pela Sul-Americana no próximo dia 18, terça-feira, no estádio Nicolás Nazar, na partida de volta contra o Unión La Calera. Com o resultado, a equipe chilena tem a vantagem do gol marcado fora e pode empatar em zero a zero para se classificar. O Tricolor precisa obrigatoriamente marcar um gol no jogo de volta para se manter vivo na competição.

Começo complicado
O Fluminense entrou em campo embalado pela boa campanha na Taça Guanabara, mas sentiu dificuldades de criar no início da partida. O Tricolor errava muitos passes no meio e não conseguia pressionar o Unión La Calera. A primeira chance só veio aos 17 minutos. Nenê puxou um contra-ataque e lançou Miguel na área. O jovem atacante aproveitou o corte mal feito pela zaga e chutou forte. O goleiro Arias estava bem posicionado e fez boa defesa.

Jogo faltoso
O Unión La Calera se defendia bem e buscava um contra-ataque para tentar surpreender os donos da casa. O árbitro Carlos Herrera Bernal trabalhou muito na primeira etapa. O clima estava quente entre os jogadores no gramado, um total de 26 faltas foram marcadas e, justamente em cobrança de bola parada, o Tricolor quase abriu o placar. Após cobrança de Nenê na área, Gilberto quase aproveitou a sobra na área, mas Arias salvou novamente o time chileno.

Pressão Tricolor
A equipe de Odair Hellmann voltou melhor para segunda etapa. O treinador colocou Marcos Paulo no jogo e o time das Laranjeiras conseguiu pressionar o adversário. Aos 18 minutos, Matheus Alessandro conseguiu um lindo passe para Miguel, jovem cruzou para trás, mas não conseguiu encontrar ninguém para finalizar. O Fluminense estava melhor e Miguel desperdiçou uma grande oportunidade. 

Aos 21, Nenê deu um ótimo passe de calcanhar e deixou Miguel sozinho, cara a cara com Arias, mas a promessa tricolor finalizou muito mal, em cima do goleiro. Foi então que brilhou a estrela de Odair. Além de Marcos Paulo, o treinador também lançou Evanílson na partida. Aos 25, a dupla abriu o placar. Marcos Paulo enfiou uma linda bola e Evanilson não desperdiçou de frente para gol.

Água fria
A alegria da torcida do Fluminense durou pouco. Apenas três minutos depois do gol tricolor, aos 28, Castellani aproveitou uma sobra na entrada da área e acertou um chute forte, no canto de Muriel, para empatar a partida no Maracanã. O jogo ficou ainda mais nervoso e o Tricolor teve um jogador a mais nos momentos finais. Aos 36, Thomas Rodríguez cometeu uma falta muito dura em Digão e foi expulso direto. Apesar da superioridade numérica, o clube carioca não conseguiu furar a defesa rival e amargou um empate diante de sua torcida.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 1 UNIÓN LA CALERA
Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 04 de fevereiro de 2020, às 21h30
Árbitro: Carlos Herrera Bernal (COL) NotaL!: 5,5 Exagerou nas faltas para controlar a partida.
Assistentes: Alexander Guzman (COL) e John Alejandro Gallego (COL)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Miguel; Hudson; Michel Araújo (FLU) Valencia; Castellani; Leiva(ULC)
Cartão vermelho: Thomas Rodríguez 36' 2ºT (ULC)
Público e renda: 17.771 presentes / R$ 562.265,00

Gols: Evanílson 25' 2ºT (1-0) / Castellani 28' 2ºT (2-0)

FLUMINENSE: Muriel; Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique, Hudson, Yago (Marcos Paulo-intervalo) e Nenê; Miguel (Michel Araújo 32' 2ºT)e Matheus Alessandro (Evanílson 19' 2ºT). Técnico: Odair Hellmann

UNIÓN LA CALERA: Martin Arias; Andia (Navarrete 30' 2ºT), Vilches, García e Cordero; Leiva, Seymour (Thomas Rodríguez 18' 1ºT), Valencia, Castellani, Stefanelli (Ariel Cáceres 14' 2ºT); Sáez. Técnico: Juan Pablo Vojvoda

Comentários