Pular para o conteúdo principal

Anúncios

FALTAM 154 DIAS: Olimpíadas de 1944, a última impedida por uma Guerra Mundial

Resultado de imagem para OLIMPIADAS 1944
Dando sequência ao Especial de contagem regressiva para os Jogos Olímpicos 2020, nesta quinta (20/02) o GF ESPORTE traz o os Jogos Olímpicos que deveriam ser realizados em 1944, faltando 154 dias para edição 2020 que será em Tóquio, no Japão. Diariamente iremos contar todos os preparativos para o maior evento esportivo do mundo. A história dos Jogos, as modalidades, cada uma das edições já realizadas, os brasileiros, as medalhas, e todos os detalhes da edição 2020 que irá deixar os brasileiros com o fuso horário trocado, já que a maioria dos eventos esportivos ocorrerá durante a madrugada no Brasil.

Os Jogos da XIII Olimpíada da Era Moderna nunca foram realizados devido à Segunda Guerra Mundial. Os jogos seriam realizados em Londres, Reino Unido, que ganhou a licitação na primeira votação em uma eleição de junho de 1939 no COI sobre Roma, Detroit, Lausana, Atenas, Budapeste, Helsinque e Montreal. A seleção foi feita na 38ª sessão do COI em Londres, em 1939.; a XIV Olimpíada de Verão veio a ser realizada em Londres quatro anos depois, em 1948.
Resultado de imagem para OLIMPIADAS 1944
Apesar de a Segunda Guerra Mundial continuar na Europa, foram atribuídos os XIII Jogos Olímpicos à cidade inglesa de Londres, na esperança de ver o conflito bélico terminar em breve. Mas em 1941 deu-se um duro revés nas expectativas de paz do Comité Olímpico Internacional, com o ataque japonês à base militar americana de Pearl Harbor, que levou à globalização do palco da guerra e ao aumento da sua intensidade bélica. 

As bombas não pararam de cair até 1945 e não houve alternativa que não fosse o cancelamento de mais uma edição dos Jogos, a segunda consecutiva, depois de em 1940 terem sido canceladas as Olimpíadas de Tóquio, primeiro, e de Helsínquia depois. Era urgente uma prova de sobrevivência do Comité Olímpico Internacional para fazer face a duas edições canceladas pela guerra. Foi da Suécia que surgiu a revitalização do movimento olímpico, através Sigfrid Edstrom, então com 75 anos, o homem que organizara as Olimpíadas de 1912 em Estocolmo. 

A 21 de agosto de 1945, o sueco convocou uma reunião da comissão executiva do Comité Olímpico Internacional e conseguiu entusiasmar os diversos representantes nessa reunião para o despertar do espírito olímpico, sendo eleito presidente do COI. Lorde Burghley, o inglês que substituiu Edstrom na presidência da Federação Internacional de Atletismo Amador, comprometeu-se a organizar aos Jogos da XIV Olimpíada em Londres. 

A guerra provocou um hiato de doze anos entre os Jogos de Berlim, em 1936, e os de Londres, em 1948, para os quais não foram convidados alemães e japoneses, as nações derrotadas durante a Segunda Grande Guerra. Após o termo do conflito, e durante o período da Guerra Fria, a participação nas Olimpíadas tornou-se um símbolo de reconhecimento e legitimidade política dos intervenientes.

Nesta sexta (21/02), o GF ESPORTE irá destacar os Jogos Olímpicos em 1948, que foram realizados em Londres.

Comentários