Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Nos pênaltis, Botafogo elimina Náutico e avança na Copa do Brasil

Gatito em Náutico x Botafogo
Foi sofrido, mas o Botafogo está na terceira fase da Copa do Brasil. Após empate por 1 a 1 com o Náutico, nesta quarta-feira, o Alvinegro levou a melhor nos pênaltis, venceu por 4 a 3 e eliminou os pernambucanos no estádio dos Aflitos. Gatito Fernández teve grande desempenho e brilhou com duas defesas.

Jean Carlos e Bruno Nazário fizeram no tempo regulamentar. Nos pênaltis, o Botafogo marcou com Pedro Raul, Alex Santana, Bruno Nazário e Danilo Barcelos - Luiz Fernando perdeu. Pelo Náutico, Jean Carlos, Jhonnatan e Josa marcaram, mas viram Ronaldo Alves e Paiva desperdiçarem.

Agora, o Botafogo espera o vencedor de Paraná e Bahia de Feira, que se enfrentam no Durival de Britto, no dia 26.

Náutico faz pressão inicial
Jogando em casa e precisando da vitória para se classificar, o Náutico partiu para cima do Botafogo. E o gol quase saiu nessa blitz inicial. Em cruzamento da direita, Matheus Carvalho aproveitou bobeada da zaga e, livre, cabeceou em cima de Gatito Fernández. Primeira grande oportunidade da partida.

Botafogo iguala partida
Com alguns minutos, o Botafogo encontrou o melhor posicionamento e equilibrou o duelo. Aos poucos, os cariocas se soltaram no duelo e passaram a criar boas chances. Bruno Nazário arriscou chute da entrada da área e obrigou Jefferson a fazer grande defesa.
Luiz Fernando e Bruno Nazário em Náutico x Botafogo
E perde chances com Danilo e Cícero
Passado o gás inicial do Náutico, o Botafogo passou a controlar o jogo e ter as melhores oportunidades. Danilo Barcelos, atuando como meia, passou a ter a melhor delas. Na pequena área, ele cabeceou para fora. Já Cícero recebeu em profundidade e chutou cruzado, mas sem direção.

Jean Carlos abre o placar
Quando o Botafogo era melhor na partida, o Náutico abriu o placar. Paiva fez boa jogada pela esquerda e rolou para Jean Carlos, de frente, chutar firme e deslocar Gatito Fernández. O camisa 10 era o principal destaque do Timbu no duelo e levava muito perigo à defesa do adversário.

Autuori troca Cícero por Pedro Raul
Paulo Autuori surpreendeu ao escalar Cícero como centroavante. No intervalo, o treinador voltou com o titular Pedro Raul, que estava voltando de contusão e não aguentaria os 90min. O volante não teve boa atuação e deixou o time após 45 minutos sem qualquer oportunidade.

Botafogo empata com Bruno Nazário
O Botafogo tinha dificuldade de criar boas oportunidades no segundo tempo. Autuori, então, realizou sua segunda mexida na equipe. Luiz Fernando entrou na vaga de Guilherme Santos e no primeiro lance fez a diferença. Ele cruzou na medida para Bruno Nazário deixar tudo empatado aos 24min: 1 a 1.

Gatito salva segundo do Náutico
Após o empate, o Náutico se lançou mais ao ataque e a partida ficou mais aberta. Os donos da casa perderam duas boas oportunidades de voltar a ficar na frente do placar. Erik recebeu em posição duvidosa e ficou sozinho com Gatito Fernández que fez grande defesa para evitar o segundo dos pernambucanos.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 1 (3) X (4) 1 BOTAFOGO
Data e hora: 19/02/2020, nesta quarta, às 21h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Leone Carvalho Rocha e Edson Antonio de Sousa (GO)
Cartões amarelo: Rhaldney, Matheus Carvalho, Josa (NAU) Danilo Barcelos, Thiaguinho, Barrandeguy, (BOT)
Gols: Jean Carlos, aos 42min do primeiro tempo; Bruno Nazários, aos 24min do segundo tempo

NÁUTICO: Jefferson; Hereda, Ronaldo Alves, Diego Silva e Willian Simões; Luanderson (Josa), Rhaldney (Jhonathan) e Jean Carlos; Paiva, Matheus Carvalho (Jorge Henrique) e Erick. Técnico: Gilmar Dal Pozzo

BOTAFOGO: Gatito; Barrandeguy, Marcelo, Ruan Renato e Guilherme Santos (Luiz Fernando); Thiaguinho, Alex Santana; Luiz Henrique (Warley), Bruno Nazário e Danilo Barcelos; Cícero (Pedro Raúl). Técnico: Paulo Autuori

Comentários