Pular para o conteúdo principal

Anúncios

F1 cancela o GP da Austrália por conta do coronavírus

Fórmula 1
A Fórmula 1 anunciou no início da manhã desta sexta-feira (13) na Austrália, noite de quinta-feira no Brasil, o cancelamento do Grande Prêmio da Austrália, prova que abriria o campeonato deste ano no próximo domingo (15). A decisão foi tomada após forte resistência das equipes em disputar a corrida, marcada para o circuito de Albert Park, em Melbourne.

Os rumores do cancelamento da prova começaram ainda na manhã desta quinta-feira no Brasil, após a McLaren desistir de disputar a prova depois um de seus funcionários ser diagnosticado com coronavírus. Desde então, muitas informações surgiram sobre a realização ou não da prova. No início desta manhã na Austrália, Ferrari, Mercedes e Renault não enviaram funcionários ao circuito, bem como a McLaren. O anúncio da Fórmula 1, esperado desde o início da tarde no Brasil, veio apenas após as 20h.

A pandemia se tornou um problema para diversos eventos esportivos em todo o planeta. A MotoGP tem transferido as corridas do começo para o final do ano para atrasar o início do campeonato. A Fórmula 1 cancelou o GP da China, enquanto a Fórmula E cancelou os ePrix de Sanya, na China, Roma, na Itália, e Jakarta, na Indonésia. O Super Fórmula cancelou a abertura do campeonato, enquanto a Nascar fez o mesmo com a etapa de Miami. A Stock Car impediu estrangeiros de participar da Corrida de Duplas.

Ligas e campeonatos de outras modalidades também foram afetadas. A NBA suspendeu a temporada após o francês Rudy Gobert, do Utah Jazz, ser diagnosticado com a doença. Partidas da Liga dos Campeões da Europa, da Liga Europa e das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo também não serão realizadas. O Real Madrid colocou atletas do futebol e do basquete em quarentena após um jogador ter testado positivo para Covid-19.

Marcado para a semana que vem, o Grande Prêmio do Bahrein será disputado com portões fechados.

Veja o comunicado da F1:

Após a confirmação de que um membro da McLaren Racing Team testou positivo para o COVID-19 e a decisão da equipe de se retirar do Grande Prêmio da Austrália, a Fórmula 1 e a FIA convocaram uma reunião com os outros nove diretores na quinta-feira à noite.

Essas discussões foram concluídas com uma visão majoritárias das equipes de que a corrida não deve prosseguir. A Fórmula 1 e AFIA, com o apoio total da Australian Grand Prix Corporation (AGPC), portanto, decidiram que todas as atividades da Fórmula 1 para o Grande Prêmio da Austrália estão canceladas.

Sabemos que esta é uma notícia muito decepcionante para os milhares de fãs que iriam participar da corrida e todos que compraram ingressos serão reembolsados na integralidade e um novo anúncio será feito em breve.

Todas as partes levaram em consideração os grandes esforços da AGPC, Motorsport Australia, funcionários e voluntários para organizar a rodada de abertura do Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA 2020 para Melbourne, no entanto, concluíram que a segurança de todos os membros da família Fórmula 1 e de toda a comunidade, bem como a imparcialidade na competição são prioridades.

Comentários