Pular para o conteúdo principal

Anúncios

LIBERTADORES: Adebayor sem noção, show do River e mais. Veja o que rolou nesta quarta

Adebayor, principal contratação do Olímpia, foi expulso em lance muito violento
A noite de quarta-feira foi de grandes emoções pela Copa Libertadores, com sete jogos disputados pela segunda rodada da fase de grupos. Entre os brasileiros, São Paulo e Flamengo foram bem, enquanto o Athletico-PR perdeu pela primeira vez. Mas foi o River Plate que chamou mais atenção, com uma goleada por 8 a 0.
Pelo Grupo D, o São Paulo se reabilitou da derrota na primeira rodada e bateu a LDU por 3 a 0 no Morumbi. Reinaldo, Daniel Alves e Igor Gomes marcaram para o Tricolor.

O outro jogo do grupo foi a goleada do River por 8 a 0 sobre o Binacional, no Monumental de Núñez. Assim, todos os quatro times da chave estão empatados com três pontos.
TUDO EMBOLADO
A mesma situação acontece no Grupo C, com as quatro equipes empatadas com uma vitória e uma derrota cada. O Athletico-PR perdeu para o Colo Colo, no Chile, por 1 a 0, enquanto o Penarol bateu o Jorge Wilsterman pelo mesmo placar, em Montevidéu, no Uruguai.

ADEBAYOR MUITO DOIDO
No Grupo G, que tem o Santos como líder com seis pontos, o Olímpia bateu o Defensa y Justicia por 2 a 1 e chegou a quatro pontos, assumindo a segunda colocação. O time argentino ainda não pontuou.
Essa partida ficou marcada pela expulsão o atacante togolês Emmanuel Adebayor, principal contratação do Olímpia para a temporada.

Ele deu uma entrada violenta em um adversário aos 27 minutos do segundo tempo, quando o time paraguaio já vencia por 1 a 0, acertando uma voadora na cabeça do jogador do Defensa y Justicia. Mesmo com um a menos, o Olimpia ainda ampliou o placar para 2 a 0 e só sofreu o gol do 2 a 1 no final.
MENGÃO SEGUE DANDO SHOW
Se as outras chaves estão equilibradas, o Grupo A já tem dois claros favoritos. Flamengo e Independiente Del Valle venceram por 3 a 0 e dividem a ponta com seis pontos cada.

O Mengão, atual campeão da Libertadores, bateu o Barcelona de Guayaquil no Maracanã com gols de Gustavo Henrique, Gabigol e Bruno Henrique, enquanto o Del Valle, atual campeão da Sul-Americana derrotou o Junior de Barranquilla no estádio Chillogallo, em Quito.

Comentários