Pular para o conteúdo principal

Anúncios

FCF negocia com Governo de Santa Catarina para retomar Catarinense em 9 de maio

GUIA DO CATARINENSE: Conheça as equipes participantes da 95ª ...
A Federação Catarinense de Futebol (FCF) planeja retomar o Campeonato Catarinense em 9 de maio. O presidente Rubens Angelotti tentará a liberação junto ao Governo de Santa Catarina para dar início ao mata-mata, mesmo com os portões fechados, uma vez que a quarentena no estado foi estendida até 31 de maio.

"Vamos encaminhar um ofício para o governador (Carlos Moisés (PSL)) para tentar liberar o campeonato sem público nos estádios. Dependemos do sindicato dos atletas, uma autorização deles também", disse Angelotti à Rádio Som Maior.

"Vamos encaminhar um ofício nesta semana. Esperamos que os clubes voltem aos treinos no dia 20 de abril (21, na verdade, quando o período das férias for encerrado), com uma pré-temporada até o dia 9 de maio, quando os jogos voltariam a ser realizados", completou.

TODOS JUNTOS?
O Campeonato Catarinense foi paralisado após as partidas da última rodada em 15 de março. Avaí, Brusque, Figueirense, Marcílio Dias, Criciúma, Juventus, Joinville e Chapecoense se garantiram nas quartas de final, enquanto Concórdia e Tubarão foram rebaixados.

"Para isso precisamos da concordância de todos os clubes e presidentes. Era hora dos clubes engordarem seus caixas, e a federação também que vive dessas bilheterias. Mas temos que tentar liberar, vamos trabalhar em cima disso, para tentar terminar até o fim de maio", analisou o presidente.

TESTES!
Se o Governador liberar e os clubes e o Sindicato dos Atletas aceitarem, a FCF pretende fazer testes contra o Covid-19 e também limitar o número de pessoas por jogo.

"Temos que dar condições aos atletas jogarem em segurança. Vamos tentar fazer com toda a segurança, não dá para dizer que não há risco. Se conseguir testes rápidos, faríamos um dia antes do jogo".

"Vamos limitar o mínimo possível de pessoas trabalhando no dia. Não queremos colocar ninguém em risco. É uma situação complicada, mas se conseguirmos vamos fazer com toda a segurança", explicou.

CONTRATOS!
Outro problema a ser resolvido antes da bola voltar a rolar será em relação ao tempo de contrato dos jogadores. Muitos clubes fizeram contratos até o fim de abril, quando o Estadual seria encerrado.

"Teriam que fazer uma prorrogação até o final de maio para terminar o campeonato. É uma série de questões que precisamos sentar e conversar. Vamos encaminhar esse ofício ao governo e semana que vem reunir os clubes em videoconferência".

"O prejuízo será para todos, não podemos marcar jogo sem a segurança para todos. Estamos passando por uma experiência inédita, e precisamos estudar muito o que fazer", finalizou Angelotti.

Comentários