Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Premier League pede agilidade dos clubes, e quer treinos na metade de maio

Premier League pede agilidade dos clubes, e quer treinos na metade ...
O futebol na Inglaterra está parado por causa do coronavírus. E mesmo sem data para retomar os jogos, já existe uma orientação para a retomada dos treinos.

A rede BBC divulgou que teve acesso a uma carta do presidente da Liga, Rick Parry, em que ele avisa os clubes para estarem prontos para reiniciar a temporada com "aviso relativamente curto".

"Como avisado na semana passada, ainda existe uma data recomendada para o retorno ao treinamento em 16 de maio", ele escreveu na carta aos clubes.

A governo inglês já avisou que irá ampliar em mais três semanas o regime de confinamento obrigatório.

Em reunião da Liga nessa sexta (17/04) os clubes afirmaram que estão comprometidos a decidir o campeonato em campo, com portões fechados e seguindo as orientações das autoridades de saúde. A Liga trabalha com vários cenários para retorno, mas não colocou 30 de junho (quando a temporada terminaria) como limite para encerrar o campeonato.

Segundo o portal Distinct Athete, vários clubes estão preocupados com o fato de que o término após o final de junho irá causar problemas contratuais, já que vários jogadores têm vínculos com os clubes até essa data.

A maioria entende que a principal questão agora é concluir a temporada 2019/2020, uma vez que o cancelamento do campeonato traria prejuízo ainda maiores do que eventuais custos processuais envolvendo vínculos de atletas. Além disso, a orientação da FIFA também dá uma certa tranquilidade aos clubes quanto a extensão dos contratos.

Já há discussões sobre um acordo coletivo para lidar com a questão dos contratos de jogadores, tendo a orientação da FIFA como base. A entidade aconselha que os contratos sejam estendidos até o momento em que a temporada realmente termine no país.

Em função da pandemia e dessa dificuldade contratual a FIFA inclusive mudou regras na sua "janela de transferências". Ela não irá mais abrir dia primeiro de julho, como acontece normalmente.

O compromisso é de voltar com os jogos, mas ninguém acredita que será com a presença de torcedores. Mas o presidente da Premier League garantiu que todos assistirão aos jogos.

O presidente afirmou que o "maior desafio" é "não saber" quando os torcedores voltarão aos estádios, mas que é preciso assegurar que eles ainda poderão assistir a todos os jogos, online ou pela televisão convencional.

"Com ou sem espectadores, entregar uma conclusão bem-sucedida para a temporada 2019-20 continua sendo nosso objetivo para garantir a integridade de nossas competições. Vamos nos esforçar para levar o futebol ao vivo para suas casas"

Com transmissão de todos os jogos, portões fechados e com os times voltando a treinar no meio de maio. A Premier League trabalha com esse cenário, mas sempre é bom lembrar que é o controle do vírus que vai dizer se ele será um caminho possível ou não.

Comentários