Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Ecclestone cita 'caos' e deixa Brasil com a mulher por medo do coronavírus

Bernie Ecclestone no paddock do GP do Bahrein de 2017 - Mark Thompson/Getty Images
O homem que comandou por anos a Fórmula 1 decidiu deixar o Brasil "por questões de segurança" em meio ao aumento de casos do novo coronavírus no país.

De acordo com o jornal suíço "Blick", Bernie Ecclestone e a mulher, a brasileira Fabiana Flosi, que está grávida de oito meses, estavam no litoral de São Paulo, mas deixaram o local em um jatinho particular de volta à Suíça. O destino é a cidade de Gstaad onde o casal tem um chalé.

"São Paulo tornou-se subitamente o ponto principal da crise do coronavírus. Os mortos aumentam, os hospitais estão superlotados e o presidente Bolsonaro está completamente sobrecarregado. Só agora ele está percebendo a gravidade da situação no Brasil", disse ele ao jornal.

O quarto filho do ex-chefe da F1 nasce em junho. Segundo ele, o filho "não poderia nascer nesse caos brasileiro com hospitais superlotados. Felizmente, não há problemas na Suíça", completou.

Comentários