Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Mais um clube do Rio de Janeiro passa por sanitização para combater a Covid-19

O Madureira, após o Bangu, também passou por um processo de sanitização para evitar a contaminação por Covid-19. Ao longo de toda a manhã, o Madureira aplicou quaternária de amônia de quinta geração em todas as instalações do clube.

A medida, além do combate ao novo coronavírus, também é parte do protocolo proposto pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ). O processo será refeito em três semanas. E o Madureira tomou mais medidas.

Nesta quarta-feira, o elenco, a comissão técnica e os funcionários farão testes para coronavírus. O Campeonato Carioca está parado desde meados de março e o Madureira está de férias desde abril. Não há data para a volta do Cariocão.

O Tricolor Suburbano iniciou na última segunda (18) o processo de sanitização de todas as dependências da sua sede, além do estádio Aniceto Moscoso.

Cabe ressaltar que o clube, assim como a FERJ, segue à risca as recomendações das autoridades de saúde e torce para que o futebol retorne, de forma segura, o mais rápido possível.


Futebol esse, que só retornará com o aval dos órgãos governamentais. 

Comentários